Fascista

Rui Rio defende que câmaras endividadas não devem ter eleições.

Comments


  1. Câmaras endividadas – se calhar estão todas sem excepção, deveriam sim cortars no excesso de vereadores, no excesso de acessores de accsor, no excesso de obras inúteis como túneis e rotundas e nós viários – deviam ter um programa de desenvolvimento autárquico e conecer e discutir pelos cidadão e a cumprí-lo em prazo marcado pela despesa prevista sem mais maningâncias orçamentais – as CM têm funcionários em excesso e nem se vê o que fazem a não ser passar por cima de PDM por conveniência e sem fiscalização nem penalização por incumprimento – é tudo a brincar – são 398 PDM e quem os conhece ??? (conheço eu desde 1981 e todos discuti pois pertenci à comissão nacional) Se não se sabe o que é um sobreiro e se abate quando se quer como se sabe o que é um PDM – se não se andasse a brincar com o país não se estava coo se está e nem se sabe como está – ainda hoje no CM vinha escrito offshores do BPP pagam 6.4 milhões a Rendeiro – quem sabe o que são 6.4 milhões e todos os milhões de que se ouve falar e alguém vai comendo ? E eu recebi ontem mais um aviso das Finanças para pagar mais IRS pois o que descontaram directamente em março não foi “suficiente” para pagar a “rendeiros” e outros trapaceiros que crescem como cogumelos

  2. Tito Lívio Santos Mota says:

    é tão parvo que nem sei porque não está no governo.

Trackbacks


  1. […] de véspera o que o fascista Rui Rio lhes ofereceu, em mais acção demonstrativa do seu esforço de exemplo para figurar como o […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.