Estarias nas Astúrias, Che Guevara, não fosse uma espingarda americana

Não fosse o imperialismo americano o que é, e a defunta URRS tão ciosa de não ter concorrência ordenado ao subserviente Fidel um fim rápido mas tropical, talvez ainda estivesses entre nós. Mesmo que numa cadeira de rodas, sempre com vontade de estar entre os mineiros asturianos.

Com Paco Ibañez e Nicolas Guillen, e um obrigado ao Carlos Guimarães Pinto por me ter recordado que hoje Ernesto Che Guevara faria 84 anos.

Comments

  1. Edgar says:

    Essa nunca tinha ouvido nem sequer imaginava que pudesse ser inventada pelas mentes mais delirantes: Che Guevara assassinado por Fidel, a mando da URSS!!!???
    Nem ao diabo lembrava…

  2. Muito bom, Paco Ibañez. Um poderoso comunicador dos valores de resistência e liberdade, no seu desempenho artístico. As velhas cassetes de Paco Ibañez, muito circularam.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.