Marcelo, spin doctor

Hoje na TVI Marcelo procurou lançar umas quantas ideias na arena  mediática. Por um lado, usou e abusou do imaginário de médicos, doentes e curas para se referir à actual situação de crise que vivemos. Deve-lhe parecer que se a ideia da doença/cura pegar sempre é melhor do que a do pacto de agressão. Esperemos é que os médicos não sejam como aqueles que há tempos cegaram os doentes com remédio errado. E também repetiu que não podia dizer o que se passou no Conselho de Estado mas… que era só ler o comunicado que estava lá tudo. Como spin doctor já o vi em melhor forma. De tanto exercício de medicina, se calhar constipou-se.

 

Comments

  1. Maquiavel says:

    Marcelo, péssimo spin doctor.

  2. Amadeu says:

    Grande cartoon !!

  3. Guilhotina says:

    Conselheiro de Estado e comentador político! P.que o P. !


  4. 24.09.2012 00.28
    Não vi o Marcelo a comentar, nem preciso ouvi-lo para saber o que vai dizer, ora caio a tsu, agora tem que se estudar outra alternativa blablabla, etc. estes senhores ainda não perceberam que não haverá alternativa. O povo não vai aceitar alternativas no que toca a tentar iludir e roubar mais o povo. Não vou dar ideias porque não sou Doutor como o senhor Marcelo. Mas uma coisa sei farei o que poder para reclamar o que é meu pois já pago demais sem ter algum benefício, basta, basta.
    Com tanto remédio que o país está a tomar, o ritmo cardíaco está muito acelerado, com uma tenção altíssima, quase a dar uma paragem cardíaca, não haverá dinheiro para usar o aparelho de desfibrilhação, e o país morre por não ter aguentado a pressão da roubalheira aplicada ao povo.


  5. Marcelo – mais um trajado a RIGOR – bem escanhoado e cabelo no lugar – bem vestido de “negro” e gravata finalmente que não está amarrotada no nó de tão apertado que lixa a seda, por sua vez de côr distinta sem ser aberrante – na côr e no desenho – quase um “dandy” – eu sou professor universitário disse ele – a imgem a rigor estético – o colarinho não estrangula a gasgante – mas tosse – passou a pigarrear muito há um ano – não há como uma imagem, bem caladinho mesmo a pigarrear demasiado – e tem evoluído muito – Recordo ainda como fez figura de cão de fila quando no congresso vomitou tanto ódio e raiva e que lhe deu, creio, o comando PSD – depois dele veio ela (ou foi ao contrário ?? ) – Seja como for estou a vê-lo a “espumar” no último dia de congresso – quando teria sido ?? – às vezes não fico triste por estar a perder memória – pois que por enquanto ainda me fica a memória visual e uma “imagem” pode falar muito -saíu de comentador da Pública e passou para a privada – o que lhe aconteceu sr professor ?? Ainda fala à velocidade de kalachnikov (de plástico) – não estará interessado em ser ouvido !!! mas quando não há mais nada oiço-o e a contenção de Judite que sempre foi uma pitt-bull, anda muito mansa – ainda ganhará 5 mil euros/mês ou é mais ?? são todos indecentemente pagos – Catarina Furtado anda em digressão UNICEF ou deu-lhe também um ataque de remorsos pelo salário imoral de 7 mil euros mês ou anda a consolar os meninos africanos ? ou não é 7 mil – ai memória para os ZEROS (??) – segue peograma Clinton e escãndado da Medicare tão escandaloso que só nos USA se paga a doença e as multinacionais roubaram sem controle e conivência – é dos maores escândalos pior que Lemon’s Brother – os republicanos são sinistros – tipo nosso PSD na escala correspondente – são sinistros à sua escala e contaminam o mundo ++ hitória de Luwinsky – não me apetece ouvir tanta malvadez do mais alto grau – tenho aqui o nosso – Clintou fechou o governo – White Water dossier de Hillary – aqui desaperecem os documentos de submarinos – ela foi ouvida por Grand juri para ser humilhada – etc – o 1º emocrta a vercer 2ª eleição depois de jefferson – fim deste capítulo

  6. Konigvs says:

    Pergunto-te quem é que no seu juízo perfeito ainda dá audiência à TVI e ouve o que esse palhaço e político frustrado tem para dizer? Ouvir o Marcelo, Marques Mendes ou Santana Lopes como comentadores “independentes” na TVIé o mesmo que ouvir as análises “independentes” do Vitor Baía no futebol. Mas esse ao menos nem disfarça e quando se refere ao FC Porto aplica o pronome pessoal “nós”.

    • jorge fliscorno says:

      Só tenho quatro canais e este era o melhor programa de humor à hora de jantar.

      • Konigvs says:

        É preciso cuidado com as indigestões!! Entre o Marcelo e a Casa dos Segredos qual deles o melhor programa de estupidificação nacional, O “Governo Sombra” foi agora para a TVI mas no canal do cabo. Também é interessante verificar que o melhor programa sobre política (Eixo do Mal) não dê em sinal aberto. Antes ainda havia o “Contra Informação” na RTP para dizer as verdades em tom de humor, mas na volta eram verdades a mais, demasiado serviço público certamente. Acontece!

  7. MAGRIÇO says:

    Por muitos anos que viva, este país nunca deixará de me surpreender! Não consigo compreender como esta ambígua personagem ainda tem audiência. Desde o tempo da célebre vichyssoise que só engana quem gosta de ser enganado, e o facto de se considerar especialista em todos os assuntos é bem elucidativo da sua honestidade intelectual.

  8. Olavo says:

    Apesar de ser claro que o papel de Marcelo Rebelo de Sousa na TVI ser o de spin doctor, cometeriamos um erro se acreditássemos que só o governo é que investe em propaganda. Outro exemplo de propaganda, e uma muito grosseira, é a invenção de chavões destinados a enxovalhar toda e qualquer política económica que não seja completamente a favor da estratégia política do PCP, onde um exemplo tristemente célebre é a frase “pacto de agressão”. Quando o PCP usa esse spin, ele pretende associar a uma medida, seja qual for ou onde incide, logo à partida a ideia de violência física, e que o único propósito dela é de trazer sofrimento gratuíto e cruel para deleite de quem a propõe. Não há discussão, não há raciocínio, não há crítica, não há análise, não há propostas, não há nada. Mal sai uma medida lá vem o spin do PCP a equipará-la irracionalmente à ideia da violência física sobre cidadãos, que o PCP tanto gosta. E como descrevem isso como violência então há que rejeitá-la. Sem discussão, sem raciocínio, sem crítica, sem análise, sem propostas, sem nada. É como estejam a acusar alguém de ser uma bruxa, se bem que ainda não há santa inquisição política, cortesia de algum comité do PCP. Pelo menos por agora, apesar da história ter uma tendência chata de se repetir.

    Spin é mau. Spin é propaganda. É tentar passar as pessoas por idiotas para beneficiar a nossa vontade política. É a tentativa de evitar que as pessoas pensem pela sua cabeça, e que mantenham nela as ideias vomitadas por nós. Mas é também algo que não é feito exclusivamente por Marcelo Rebelo de Sousa. É feito pelo governo e pela oposição, onde se inclui o PCP com a propaganda dos seus pactos de agressão e do seu jornal «Avante». Com isto, se vamos criticar o spin então que sejamos coerentes: critiquemos o spin independente donde essa propaganda vem, quer do governo como da chamada oposição. Só após ter feito isso é que vamos poder começar a pensar.

    • jorge fliscorno says:

      Todos os grupos têm os seus fazedores de opinião ou, se quisermos, os seus spin doctors. Disso não há dúvida. O anterior governo foi nisso dos mais exímios. Sendo a política a arte de convencer, acho que não haverá volta a dar e deles não nos livramos. Cabe é a cada um identificá-lo e pensar por si. Seja do Marcelo, seja do PCP, seja o que for.


  9. As coisas que o Jorge faz com aquela coisa da Adobe… 🙂


  10. Reblogged this on Azipod.


  11. fixe!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.