A ilusão das privatizações

Já lá vão mais de 30 anos. A televisão a cores tinha acabado de chegar a Portugal. Era a novidade. Como mais de 30 anos antes os portugueses dos anos 50 se tinham acotovelado para ver as primeiras imagens da TV, no início dos anos 80 viam que a TV também podia ter cores.

O preço dos televisores, claro está, fazia com que não fosse para todos. Era para alguns cafés, restaurantes e para as famílias mais abastadas. As menos abastadas ou pobres tinham de se contentar com um subterfúgio. Talvez se lembrem melhor que eu. Lembro-me de uma placa de plástico duro colorido, ligeiramente côncavo para se moldar ao ecrã do televisor, ainda bem longe dos ecrãs planos de hoje.

A imagem continuava a ser a preto e branco, claro, mas aquela placa colorida permitia criar a ilusão de alguma cor. Uma falácia, pois. Uma ilusão.

Como o processo actual de ‘privatizações‘. Por exemplo, na TAP. O Governo quer fazer crer que a oferta da companhia por 20 milhões de euros é um processo transparente, que tudo corre como deveria correr no melhor dos mundos. Nós olhamos e vemos uma placa de plástico colorido.

Televisão preto e branco

Ou na RTP, por exemplo. Se os 170 milhões de euros que pagamos, e vamos continuar a pagar, de taxas chegam e sobram para fazer um bom serviço público de TV e rádio, porque é necessário privatizá-la? Lá está a placa de plástico colorido.

Se sou contra as privatizações? Não, mas não sou adepto de ilusões. Muito menos quando são desbotadas.

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Pois eu até nasci muito antes de haver televisão – agora que´tem a qualidade que tem “guardado está o bocado” para quem o
    há-de comer – interessante evolução e popularização da TV que passou ao estatuto de “equipamento doméstico” e quanta alegria e mesmo estatuto “social” deu a tantos que mal tinham dinheiro para quase tudo mas tinham que ter TV (e eu achei mesmo bem) e eram tão criticados por “terem TV” – como se calhar serão hoje criticados por darem as seus filhos as play-station – ou seja – a conquista do país e de cada um para ter TV (e até mais tarde para ter automóvel e mesmo habitação) é fabulosa – mas tudo se desregulamentou – e não foi por erros dos que querem ter o mesmo que os outros – porque não hão-de querer ?’ e Vendem agora a um ranhoso qualquer sem mais nada ?’ e o que se irá pagar a outrém, privado, depois de um caminhar tão difícil que é direito de tantos desde que existe – é pior do que vender “a barraca” dos que nem casa ainda têm só porque a construiram em local que há sempre quem reclame ser seue vende – a outra escala Berardo ocupou o CCB que até parece ter agora o “seu nome”, que deve milhões e ninguém reclama – não é parecido – é igual- talvez as velhas liões do ensino médio de Religião e Moral façam falta (com os sem crucifixo nas Escolas) – bem na SIC 23:25H . aqule senhor do benfica mais que nojento e pior que Relvas, impõe-se de tal fora – é jurista sem ponta de civilidade e boicota todo o programa e o do sporting irmão de Ferreira Leite chama-o de ordinário – acho que sim maesmo mais do que isso e já o seu antecessor o era -e eu que sou do benfica desde que nasci ando a ver estes representantes na Tv – devia ir para as latrinas do benfica mesmo com curso superior (será??) ou seja, a degradação do país não atinge apenas a economia mas também o comportamento – este senhor devia ser erradicado como uma “Datura stramonium” que tem valor colectico e este desgraçado é um monte de esterco e estercar ainda mais o futebol e o benfica – é abopminável – chama-se Rui não sei quê – é mesmo ultra-ordinário não por ser benfiquista mas por ser quem é – um nojo – um asco – não representa o benfica mesmo sendo da direcção – é um monte de esterco – ah de repente lembrai-me de que hoje me esqueci de limpar o cóco do meu gatinho e até costuma reclamar pois não está habitudo a ter o seu “espaço sujo” – vou limpar já – gosto tanto dele que à sua custa algo inédito me sucedeu – esteve muito doentinho e não fazia cócó e foi dramático – tratou-se e será “normal” dizer que tive alegria quando finalmente o caixotinho so areão cheira “mal” ao seu cócó que fez finalmente – pois é tive alegria – mas com este asco do benfiquista jurista agonio-me à náusea – já não bastou o antecessor Serban que tinha tanta falta de qualidade que quanso mudou pensei que não poderia haver pior – mas afinal há – este nojo, jurista como Serban – mas o benfica não tem gente decente para ir para o programa TV ???
    Até transtornou o representante do Porto que se encolhia perante tal e tanto – mas que merdice

  2. nightwishpt says:

    Para mim é dos negócios mais transparentes, é puro roubo da propriedade pública. Mais transparente, não há.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.