A fábrica de miséria do FMI

Comments

  1. João Paz says:

    Tantos países que o FMI já destruiu no passado.
    Seria fastidioso enumerá-los e à miséria e FEUDALISMO a que reverteu alguns desses países (talvez o caso mais gritante e paradigmático seja o da Somália mas há tantos).
    Nem o facto de no caso português se ter aliado á Alemanha (BCE, UE) nos desígnios de rapina lhe altera a face porque as “receitas” que levam ao desastre são sempre as mesmas.
    Mas tão mau ou pior que o FMI são as corjas que em todos os países em que actuou lhes abriram as portas e, em muitos casos como o de Portugal, foram ainda “mais papistas que o papa”.
    O capitalismo e a rapina que lhe está subjacente no seu máximo explendor.
    Só conseguiremos VOLTAR A VIVER quando expulsarmos AS DUAS TROYKAS porque a troyka interna (PS+PSD+CDS) é tão perigosa e tão destrutiva como a troyka externa.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.