Oração

136._gypsy_prisoners

Não acreditando na tua existência pode parecer um abuso, mas na forma como os homens te criaram, infinitamente bom e misericordioso, escutarás o pedido de um descrente da tua existência como se fosse a de um devoto, sei.

Agora que antes da final um dos teus papas já ganhou a copa e demonstrado de vez não seres brasileiro, garantindo tratamento igual para todos os povos, podias pensar num deles, teu crente, numa parte do planeta onde ainda tens teocracias, que está a levar com os maluquinhos de outro povo, igualmente teu crente, a matar pessoas todos os dias, e a malta já nem repara, nem dá importância, bombardeamentos em Gaza mal é notícia.

Mas devia ser; tal como judeus e ciganos no século passado foram amuralhados antes do extermínio final, agora temos os palestinianos, mais pós-moderno mas o mesmo gueto, os muros, o mesmo apartheid, mas com muito mais dinheiro espalhado pelo mundo para comprar a tolerância com o invasor, a propaganda, para adquirir o silêncio dos mortos.

Também podia dizer umas coisas sobre essa insistência em deixares os teus fanáticos divididos em religiões que se isarael-ó-palestinizam umas às outras, um pouco por toda a parte, mas era abuso, um ateu conhece os limites, fico, caro Deus, por Gaza. Obrigado.

imagem: Prisioneiros ciganos no campo de Belzec, Polónia, 1940.

Comments


  1. João Cardoso,
    Crente que sou assinaria a sua oração. Mas como o sei inteligente e culto lembro-lhe que o Criador já disse e mandou dizer o que o João reclama:
    Lucas16,19
    Carta aos romanos 10,20-21
    “Todo o dia estendi as minhas mãos
    a um povo desobediente e rebelde”


  2. Quem não aprendeu a “rezar” leva na cabeça com uns drones pequeninos e silenciosos pois não estará atento – já os há da dimensão de mosquitos


  3. Quem sabe os Palestinianos não lêem jornais e não vêm que aquilo ali é uma zona de guerra, a evitar a todo o custo. Toda a gente sabe que o que está envolvido nesta luta infindável são os lucros, caramba!
    Já houve um Êxodo, E o tipo da NARAA já morreu, não pode liderar o segundo.

    É obsceno, na realidade, mas por muito que se acorde o mundo para esta situação particular, entramos na ficção segundo Saramago.

Trackbacks

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.