Não estarão a atribuir demasiada importância?

A moça não quis ofender os portugueses ou menosprezar Portugal, apenas procurou um trocadilho para criar uma graçola, ressabiada com o resultado da eleição. Saiu mal, o resto é apenas burrice…

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    A gaja é parva. Isto não é graçola nenhuma. É má formação e tenho pena que pessoas como essas não tivessem tido os espanhóis como colonizadores…


  2. por acaso acho que foi uma excelente resposta a do Mário Amorim Lopes. Ela nunca a vai ler mas foi uma excelente resposta!


    • Ontem a determinada hora no Twitter, aquilo tinha mais importância que a própria eleição… Enfim!
      Mas convém não esquecer, mais cedo ou mais tarde ela aparecerá em Portugal, nem que seja para promover uma qualquer novela…


      • ora bem, a Maitê Proença também se comportou como uma idiota e a malta continua a gostar muito dela por cá. Oh António, num país de gente masoquista que se deixa violar sem contestação pelos corruptos do costume, achas que alguém se vai sequer preocupar com isto? com tantas horas de casa dos segredos para ver? naaaaa….

  3. Lu Pisarro says:

    Concordo TOTALMENTE com a Luana !!!

    Sou filha (e neta de espanhol) de papai português (do lindo Porto) e amo Portugal.

    Mas a verdade tem que ser dita !!


  4. A burrice está na citação de uma idiota!
    Esquecer que o PT tirou, em 3 mandatos, 27 milhões da pobreza é menosprezar, como é seu apanágio, o que é essencial, pois que espécie humana há só uma… a que apesar de tudo entendo que pertence… excepcionalmente.


    • Eu não fiz qualquer juízo de valor sobre o PT. Durante todo o processo eleitoral brasileiro apenas escrevi um post sobre o Mário Jardel. http://aventar.eu/2014/10/06/supermario-regressa/ Classifiquei de burra, uma senhora, julgo que actriz de novela brasileira, afirmando que lhe estão a dar demasiada importância. Só isso! Pretender que menosprezo ou valorizo politicamente o que quer que seja, nesta matéria é invenção sua, pois nada escrevi sobre o assunto, antes, durante e depois…


      • Nada é inocente na vida e a sua citação, também o não é.
        A idiotice não merece citação, a não ser que se pretenda, à laia da Casa dos Segredos, distrair alguém de uma vitória importante para o Povo brasileiro.


        • Não tivesse existido o episódio Maitê e não tivesse este tweet ficado viral domingo à noite, nem teria escrito o post. Quanto às eleições brasileiras, no coments. Acredite ou não, passaram-me ao lado… Não veja política onde ela não está!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.