Pires de Lima em momento parlamentar insólito

Terá sido excesso de álcool? Se não foi parece

Comments

  1. Ricardo Ferreira Pinto says:

    É muita Super Bock naquela cabeça…


    • passou-me pela cabeça que o homem pudesse ter passado na Unicer para uma visita recreativa antes de se deslocar ao Parlamento. Vá lá, antes Superbock que Sages 🙂

  2. Rui Esteves says:

    Ridículo. O sr. Pires mostrou que não passa de um palhaço. E pior, de um palhaço sem graça.

  3. Ferpin says:

    Espero que o almoço não tenha sido em serviço e pago pelo estado. Porque aquilo foi borracheira de barcavelha ou afim.

  4. Nightwish says:

    Está mais habituado a pensar em tachos…


  5. Quando foi Administrador da Unicer deve ter levado para casa umas “palettes” de grades de “Stout”!

  6. Ferdinand says:

    Este anda bêbado deste o “milagre económico”

  7. José Peralta says:

    “Momento par(a)lamentar insólito” ?

    Não sou advogado de defesa de António Costa, mas aquilo a que eu assisti, foi um beberrão, um fantoche execrável, a atingir o “zénite” da indignidade, da perversidade e degradação política, para não “desmerecer” dos seus iguais da corja !

    O seu “esforço” foi recompensado…e conseguido plenamente !

    E lá na coelheira, devem estar TODOS muito orgulhosos de o terem como seu emérito par !

    Hoje, no noticiário das 13 h. depois de ter cheirado amoníaco e tomado uma embalagem de alka-seltzer, veio dizer, o lima, com inaudito descaramento, que “não tem nada contra a Comunicação Social” (era o que faltava !) mas que “por vezes, para passar uma mensagem positiva (o bronco chama “positiva” ” à merda que diz e faz!!!!!!) precisa de ser um pouco mais creativo e excêntrico” !

    Então “parabéns”, ó lima !

    Mas tens que te superar na canalhice ! A concorrência que tens, lá na “gruta do Ali-Bába”, é traiçoeira e implacável, e não deixa os louros por mão alheias, sem luta !


  8. Nada tem de insólito.
    Nada tem de excêntrico.
    É a política e a classe política na sua plenitude de desrespeito, da clara falta de valores, de falta de consistência moral, cívica e intelectual, de uma enorme falta de cultura e de responsabilidade.
    É um ser indigno de representar o Português comum.
    Poderá representar os excêntricos (no seu partido, há muitos, desde os que pegam de empurrão aos que entram em Belém de mota, saindo … de Audi A8) mas este espectáculo é execrável para qualquer cidadão.
    Seria muito bom que estes ditos governantes decidissem representar o cidadão normal, apresentando-se na Casa da Democracia no pleno uso das suas capacidades intelectuais e psicológicas. Na Casa da Democracia e do Povo (diz-se por aí à boca cheia), não pode assistir-se a um espectáculo degradante como aquele que se viu. É demasiada a falta de nível, o sintoma que indica que este regime está podre.
    Tão podre como os palhaços que vamos vendo actuar.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.