Os deputados portugueses são uns escroques


escroques
A maioria dos deputados portugueses prepara-se hoje para atribuir a si própria uma subvenção vitalícia, para a qual não descontou e que diz respeito a meia dúzia de anos de «trabalho» no Parlamento.
É gente sem escrúpulos. Gente de baixa índole, de quarta ou quinta categoria moral, do piorzinho que este país já conseguiu defecar ao longo de tantos anos de História. Gente, não. Gentinha! Gentinha a quem milhões de portugueses pobres e miseráveis dão todos os dias lições de dignidade e de respeito.
Os mesmos que andaram estes anos todos a falar de justiça social e a cortar salários e pensões a quem tinha menos são os mesmos que, alegremente, se preparam para ficar de fora dos sacrifícios. Os outros que o façam. Quem tem 600 euros de reforma pode fazer um sacrifício pelo país, quem esconde contas milionárias não pode. É a coerência do escroque Passos Coelho, que já nem se esforça por esconder. E quem andou estes anos todos a vociferar contra o Governo é o primeiro a dar-lhe a mão quando o assunto realmente lhe interessa. É o escroque António Costa em todo o seu esplendor.
Não serão todos escroques. O Bloco de Esquerda – só o Bloco de Esquerda! – não tem qualquer deputado ou ex-deputado a receber essa subvenção. É o único Partido que pode falar. Foi o único Partido que ontem de manhã falou em Plenário para atacar esta medida. Foi o único Partido que forçou a votação de hoje. Nem o PCP, apesar de ter votado contra, pode falar. Votou contra porque os seus votos não eram necessários. Só por isso. E acabou de perder o meu voto para as próximas eleições.
E é nesta votação, de hoje, que se verá quem é escroque e quem não é. Desconfio que serão quase todos.

P. S. – PSD e PS recuaram e, perante a indignação geral, a proposta acabou por ser retirada. Os escroques vão remeter-se ao silêncio e irão esperar por uma melhor oportunidade. Melhor assim.
Foi bom tudo isto ter acontecido, assim aprendemos a conhecer melhor as pessoas e as suas intenções. Se alguém duvidava ainda da rectidão e da honestidade de escroques como Passos Coelho ou António Costa, então perdeu definitivamente as dúvidas.
O meu aplauso para os poucos que, dentro do PSD e do PS, se manifestaram contra esta medida.

Comments

  1. vasco says:

    «4. As notícias que dizem que o PCP entregou uma proposta para o fim das subvenções ao início da tarde de ontem, em suposta resposta a uma intervenção do BE no plenário são facilmente contraditadas pelo facto de o PCP ter apresentado essa proposta dia 14 de Novembro (dia após o qual não podem ser apresentadas propostas de alteração ao OE). As notícias, na verdade, para corresponderem aos factos, deviam antes dizer: “BE intervém no debate do OE, a pretexto do complemento de reforma para trabalhadores do metro, sobre subvenções, apesar de o único partido que tem proposta ser o PCP.”» – Miguel Tiago (deputado do PCP)

    • Só me apraz dizer isto depois de ler o que o Vasco partilhou. Vai-te catar Ricardo, vai-te catar.

      • Ricardo Ferreira Pinto says:
        • joao lopes says:

          desculpe,ricardo mas você baseia-se numa noticia do “observador”,para atacar o PCP? você conhece a helena matos ou o zé fernandes? ou o “blasfémias” ? mas esta proposta não é do psd/ps? o PCP não votou contra? desculpe,ricardo mas isso é já má fé.já agora eu não sou votante do pcp,mas bolas o PCP acaba de ganhar mais um voto:o meu.mais nada…

          • A sério João Lopes? O problema é o Observador? E exactamente que jornal não é controlado pela direita neste país? O Zé Fernandes não está também no Público, por exemplo? O Bernardino Soares não escreve no Observador? Damm…

          • O Avante não é um jornal de direita. E o Bernardino Soares estar a escrever nesse jornal observador não significa que seja de direita, pode significar que a direcção dessa coisa queira mostrar que não são de direita, e estão a dar pérolas a porcos com o convite ao Bernardino.

          • O Avante é tanto jornal como o Povo num sei das quantas dos laranjinhas: é um órgão oficial de comunicação de um partido que serve os interesses do partido. Tal como o Observador serve os interesses de determinada direita tendencialmente conservadora e liberal. E o único motivo pelo qual puxei do BSoares foi apenas porque o João Lopes criticou a utilização de uma notícia do Observador que, no fundo, é um jornal como outro qualquer. E se o convite ao BS é sinónimo de pérolas aos porcos, o próprio BS, homem inteligente, negaria o convite por não se juntar às Helenas Matos, JMF’s e afins. Foi só para repor a coerência neste aspecto em específico.

          • Não deixa de ser um jornal de esquerda. E não tenho mais nada a dizer, o camarada BS que quiser que se defenda se houver alguém que o critique. Ele lá saberá as suas razões para escrever naquele jornal e quais são os propósitos…

          • joao lopes says:

            não quero dár nenhuma importância ao “observador”.eles servem “agendas” impostas pelos seus accionistas.outros jornais seguem exactamente a mesma logica “mercantil”.claro que o descredito para os jornalistas, é o preço a pagar.o BD escreve cronicas,não noticias.conclusão:foram PCP e BE que defenderam os portugueses nas questão das subvenções.,na assembleia da republica.por isso mesmo, os meus parabenas a estes partidos.sim,ricardo,os políticos não são todos iguais.

        • Não me apresentou nada de novo, e nada que defendesse o seu ponto de vista. E há anos que o PCP luta contra estas barbaridades defendidas pelos partidos da união nacional ps psd cds.

          • Ricardo Ferreira Pinto says:

            Se for mentira que o Bloco foi o único Partido que interveio naquela manhã para mostrar a sua oposição, retiro o que disse.

          • E o que é que o PCP tinha que fazer? Uma peça de Teatro? Espernear-se? Atirar-se duma Ponte?

      • José Peralta says:

        Pedro Marques

        Estamos a falar de Política…ou de “clubite” partidária ?

        Se assim fôr…”prontos”, fique lá com a “taça”…

    • José Peralta says:

      vasco

      As notícias, na verdade, para corresponderem totalmente aos factos (e sem pôr em dúvida o que escreve !), dizem que foi o BE, na Comissão, a exigir que aquela vergonhosa votação, fosse repetida em Plenário !

      E como a deputada Mariana Mortágua referiu na A.R., não fôra o clamor de revolta geral, e a hipótese de em Plenário, à vista da Comunicação Social e dos Portugueses, os deputados do PSD e do PS, terem que dar a cara e aprovar de novo a proposta, foi o que levou o lello e o couto dos santos, a retirá-la “EM NOME DO BOM-SENSO” (!!!!!).

      Em nome do “bom-senso” ? Então porque não o tiveram antes ?

      E o cúmulo do cinismo desse crápula montenegro, a justificar, com o rabo entre as pernas, que a proposta não era do seu partido ?

      Mas… não foi o “partido” que a votou ?

  2. joao lopes says:

    a proposta foi retirada,mas reponha a verdade: os deputados do PS e PSD( e do cds,afinal o cds esta no governo) são uns escroques.e os comentadores e agencias de noticias(do governo) são uns escroques.sim estou a falar do “observador”,do santana lopes,do marcelo,do socrates,dos banqueiros,do soares….a lista é infinita.

  3. José Peralta says:

    Marco

    A “desculpa” dos mentecaptos, contra quem se levanta contra as iniquidades e injustiças destes canalhas, é a mesma que os mesmos mentecaptos “utilizam” , por exemplo, contra Manuela Ferreira Leite, Bagão Félix, Pacheco Pereira, etc.

    Levantam-se “por estarem ressaibiados”, “porque também lhes foram ao bolso”, ou, como é o caso, “porque não têm ninguém para receber a subvenção”…

  4. Se os deputados portugueses são uns escroques, isso quer dizer que os deputados do Bloco de Esquerda, também o são. Chamá-los de escroques e depois vir elogiar os mesmos por serem os únicos que naquela manhã falaram contra a proposta, é no mínimo, gozo. Ou então está a chamar a todos os leitores deste blog, parvos, estúpidos, analfabetos, cegos e surdos.
    Pela minha parte, agradeço o esclarecimento. Agora sei de que lado da barricada o sr. Ricardo Ferreira Pinto se encontra. Obrigado

  5. Cuidado com o pedestal em que se colocam não venha algo a público que os atire ao chão… quanto mais alto se quer estar maior a queda.

  6. Acacio says:

    E’ gente sem escrúpulos. Escreveu.
    Ja somos dois a pensar o mesmo sobre tao ilustres pessoas.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s