Benetton, paga o que deves

benetton

Soube recentemente, através da Avaaz, que, quase dois anos depois da tragédia de Rana Plaza, no Bangladesh, a Benetton continua sem dar um chavo de compensação às vítimas, duplamente vítimas, destes carrascos. Algumas empresas deram um contributo quase insignificante, ao que pude averiguar. Vergonhoso perante o que todos lucram, mas alguma coisa deram. A Benetton nem isso.

Como se não bastasse a exploração a que estes operários são sempre sujeitos para que empresas sem escrúpulos tenham cada vez maiores lucros, ainda lhes é negada uma soma compensatória e mais que devida, para que possam fazer face aos problemas de saúde com que ficaram ou à perda de salários.

Está agora a ser feita uma campanha, mais uma, para pressionar aquela empresa multimilionária a pagar o que é devido aos sobreviventes daquele malfadado dia.

A ideia é que se assine esta petição. Fica aqui o link, para quem quiser dar um empurrãozinho.

Eu, para além de ter assinado a petição, há muito que não entro em nenhuma loja desses exploradores sem consciência. Continuo na minha sempre que posso, o que é nacional é bom e ajuda a nossa economia. Evito dar a ganhar a ladrões, exploradores, assassinos.

Num altura em que em Portugal tanto se discute – e bem – o valor da vida, convém não esquecer aqueles cuja vida não tem qualquer valor para os empregadores, para o seu governo e para quem veste a moda que eles produzem sem querer saber de onde é que aquilo vem. É que o que está longe da vista não nos afecta…

Comments

  1. Realço que não negando as campanhas o que realmente é significativo e nem precisa de cartazes é a simples atitude: nunca mais entro na loja daqueles pulhas.
    E no caso deles que até vendem os produtos com preços altos ainda são mais porcos.

  2. O importante não é só assinar, é divulgar isto:

    QUAIS SÃO AS MARCAS QUE ASSIM EXPLORAM OS TRABALHADORES?

    Benetton? Primark? E quais as outras?
    Alguém pode aqui colocar a informação?

    • Noémia Pinto says:

      Do que pude apurar, jmc, estas são as empresas ligadas ao caso específico de Rana Plaza: Primark, Loblaw, Wal-Mart, The Children’s Place, Gap, Asda, Bonmarché, C&A, El Corte Inglés, Inditex, LPP S.A., Kik, Mango, Mascot, VF Corporation, Camaïeu, N Brown Group, Premier Clothing,United Colors of Benetton, Cato Fashions, Ascena Retail Group, Auchan, Matalan, Adler Modemärkte, Grabalok /Store Twenty One, Güldenpfennig, Kids for Fashion, Manifattura Corona, NKD Deutschland GmbH, PWT (Texman), Yes Zee Essenza, JCPenney, Carrefour.

  3. Nightwish says:

    ” Continuo na minha sempre que posso, o que é nacional é bom e ajuda a nossa economia. Evito dar a ganhar a ladrões, exploradores, assassinos.”

    Se há coisa que os empresários portugueses não são é ladrões exploradores…

  4. Ainda hoje tinha partilhado a petição no facebook.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.