Última hora

Segundo o Expresso, Sócrates “prefere ficar na prisão do que ir para casa de pulseira electrónica“. Electrónica? Efectivamente: electrónica.

Comments

  1. Meia justiça é injustiça completa. Se o juiz tinha tanta certeza das malfeitorias de José Sócrates que o manteve preso mais de meio ano, pois agora que apresente as provas, ou pelo menos os “fortíssimos indícios” que alegou.

    José Sócrates joga forte e joga duro. Era de alguém assim que precisávamos para enfrentar o eixo Bruxelas-Berlim, mas em vez dele temos o banana (chamo-lhe banana para não lhe chamar traidor) do Passos Coelho.

  2. “A minha prisão constituiu uma enorme e cruel injustiça. Seis meses sem acusação. Seis meses sem acesso aos autos. Seis meses de um furiosa campanha mediática de denegrimento e de difamação, permitida, se não dirigida, pelo Ministério Público. Seis meses de imputações falsas, absurdas e, pior – infundamentadas, o que significa que o Ministério Público não as poderia nem deveria fazer, por não estarem sustentadas nem em indícios, nem em factos, nem em provas. Seis meses, enfim, de arbítrio e de abuso.”

    e a maioria dos aventadores pactuou com isto sem sequer ter em conta a presunção de inocência. VERGONHA.

  3. Poem-lhe um policia a porta.Sempre dá para disfarçar que é por deferência e honra.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.