É que o objectivo é também isso

“Quando chegarem as subconcessões [dos transportes públicos] acabam-se as greves”, PPC hoje no Parlamento.

Comments


  1. Afinal PPC acredita em mitos urbanos. É que na realidade exemplos de greves em empresas privadas de transportes há muitos, e por esse país fora. Não são é tão mediatizadas…

    • Nascimento says:

      Mas é ividente que acredita. Ele mesmo é um mito. Parece que os tugas (38%), também acreditam….tá tudo bem.


    • Ele sabe o que diz, no caderno de encargos da concessão do Metro, está escrito que o concedente paga ao concessionário em caso de greve, perde-se o direito à greve e o patrão (privado) recebe do estado em dia de greve, bom negócio ou não?

  2. Nightwish says:

    O serviço público a tempo e horas para muitos destinos também… como comprovam as últimas alterações já a preparar o lucro dos espanhóis.

Trackbacks


  1. […] primeiro-ministro terá dito hoje no Parlamento que “quando chegarem as subconcessões [dos transportes públicos] acabam-se as […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.