Troika presa

num elevador em Atenas.
[Fonte: InfoGrécia]