Milícias de extrema-esquerda tomam BCE e FMI de assalto

extrema

As sedes do BCE e do FMI foram hoje tomadas de assalto por milícias de extrema-esquerda que reclamam a adopção de medidas de reacção ao caminho único da austeridade. Lideradas pela famosa rebelde Christine Lagarde, a quem se juntou o anarco-sindicalista Mário Draghi, os insurgentes pretendem forçar uma reestruturação da dívida grega, que poderá inclusive passar por um perdão parcial, à revelia da linha dominante numa Europa de pensamento de influência passista-rajoyzista. Os bravos jornalistas que se infiltraram neste autêntico cenário pós-apocalíptico que se vive nas instalações das duas instituições conseguiram captar declarações de Draghi:

“É necessário um alívio da dívida grega. Nunca ninguém disputou essa questão, a dúvida é saber qual é a melhor forma de fazê-lo, tendo em conta o nosso enquadramento legal”

A violência das palavras de Draghi, outrora um respeitável neoliberal, estão a chocar a Europa civilizada, que se questiona sobre quando esta loucura terá fim. Mas esse fim não parece próximo. Contrariando a resistência alemã, a líder da insurreição foi mais longe e afirmou mesmo que a organização que lidera não tem dúvidas de que a dívida grega é insustentável e sublinha que a Grécia necessita de um alívio da dívida “muito além” dos planos da União Europeia:

“A dramática deterioração da sustentabilidade da dívida aponta para a necessidade de um alívio da mesma numa escala muito maior do que aquela que esteve sob consideração até ao momento – e que foi proposta pelo Mecanismo Europeu de Estabilidade”

O fim está perto. Tenham medo, tenham muito medo…

 

Passos Coelho inspira Christine Lagarde

alem da troika

Mais: o FMI não tem dúvidas de que a dívida grega é insustentável e sublinha que a Grécia necessita de um alívio da dívida “muito além” dos planos da União Europeia. “A dramática deterioração da sustentabilidade da dívida aponta para a necessidade de um alívio da mesma numa escala muito maior do que aquela que esteve sob consideração até ao momento – e que foi proposta pelo Mecanismo Europeu de Estabilidade”. [Expresso]

Passos Coelho teve a ideia de ir além da Troika, o FMI inspirou-se nela para agora defender a necessidade de ir além dos planos da UE devido à insustentabilidade da dívida grega. Se isto é Marketing Político da coligação, estão de parabéns. Se não é estão de parabéns na mesma. A ideia por acaso é dele e não se via tanta criatividade desde os tempos em que se manipulavam fóruns da TSF.

Os ‘trolls’ estão a ganhar a batalha

Hoje, lembrei-me dos ataques e do estudo. Porquê? Por causa deste artigo de Ellen Pao.

“Tira a minha mulher da equação senão vou-te aos cornos”

Difamação, Injúria e coacção são os crimes que constam na acusação contra o marido da ministra. Claro que, no final do dia, a coisa acaba arquivada. Ser esposo de tão distinto membro da casta terá com certeza as suas vantagens.

Poderosa e Descontrolada: A Troika

Amanhã, 17 de Julho, o grupo de teatro O Bando projecta o documentário “Poderosa e Descontrolada: A Troika”, de Harald Schumman. A sessão começa às 21h00 e a entrada é gratuita.

‪#‎PorAcasoFoiIdeiaMinha‬

Entre tanta pantominice e porcaria feita por este tipo e é pela gabarolice que leva porrada.

‪‎PorAcasoFoiIdeiaMinha‬