Miguel Macedo com visto para Évora?

Macedo

Miguel Macedo foi ontem interrogado pelo Ministério Público no âmbito do caso dos Vistos Gold. Oficialmente arguido, o ex-ministro do actual governo é suspeito de três crimes de prevaricação de titular de cargo público e um de tráfico de influências.

Fazendo uso da retórica subterrânea que alimenta as Marias Luz desta vida, poderíamos iniciar um processo de colagem de Miguel Macedo a Pedro Passos Coelho, na exacta mesma medida em que José Sócrates vem sendo colado a António Costa. Mas não vale a pena ir por aí. Passos Coelho já terá muito com que se preocupar quando a imunidade que o protege deixar de existir e a Tecnoforma voltar à ordem do dia. Até lá, o julgamento a que o primeiro-ministro estará sujeito prende-se mais com o exercício das suas funções e não tanto com o que os seus correlegionários supostamente fizeram. Ainda que, é certo, Macedo sempre tenha sido um dos homens mais próximos de Passos Coelho.

Mas não deixa de ser um momento interessante para o ressurgimento deste tema, no dia que antecede o debate entre Passos e Costa e a menos de um mês das Legislativas. Chega a ser cómico ver os indignados laranjas insurgirem-se contra o timing do processo quando nenhum deles pareceu achar particularmente relevante que a alteração da medida de coacção de Sócrates tenha surgido na recta final da campanha. É que este processo não se resume a Miguel Macedo ou a António Figueiredo. Também a cunha de Miguel Relvas ou o caso dos vistos atribuídos em condições pouco transparentes pela secretaria de Estado de Paulo Núncio a cidadãos líbios entram nesta equação. Depois das aventuras de Miguel Relvas e das tropelias de Marco António Costa, as fundações do PSD voltam a abanar, uma vez mais com um homem forte de Pedro Passos Coelho no limbo.

Foto: Daniel Rocha@Público

Comments

  1. joão lopes says:

    por outro lado,as “marias luz” desta vida tambem tem que se preocupar com o apoio que a Dra.Manuela Ferreira Leite tem dentro do PSD,até porque ela foi a primeira vitima dos cobardes que dão pelo nome de duarte marques,carlos amorim,e tambem a graduada(na mentira) helena matos ou agora a “filosofa” laurinda que acha que a malta não está desempregada,esta só “entre-projectos”:


  2. Os oculos coloridos, refletem mal a verdade. Quando é que um ministro em exercicio foi libertado das imunidades e entregue a justiça? e os directores gerais? quando se ouviu os governantes a debitarem, narrativas de cabalas? eu lembro-me do socrates e do padrinho Mario Soares que de tão frequentes nem é preciso repetir as bacoradas. Ainda acham que a justiça continua a mesma? Pense com seriedade ao menos para si próprio.

Trackbacks


  1. […] só com fé é que a coisa vai – na justiça portuguesa, desconfio que alguém vai receber um Visto Gold para Évora. Estou em pulgas para ver os fanáticos que sonham com Sócrates dia e noite fazerem de conta que […]


  2. […] a cronologia Vistos Gold/Miguel Macedo é mais ou menos esta: foi interrogado pelo Ministério Público em Setembro de 2015, formalmente acusado pela prática de três crimes de prevaricação e um de tráfico de […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.