“Abaixo os concertos dos Eagles of Death Metal, não é seguro ir a um concerto desses porque Deus odeia a sua música”

O refugiado Albert Einstein dizia uma vez que “duas coisas são infinitas, o universo e a estupidez humana, e não estou completamente certo acerca do universo“. E a prová-lo estão os tempos que correm e que a televisão tão bem documenta.
Nuno Markl fez uma síntese pequenina mas sintomática do que sobre uma banda de música as televisões têm dito por estes dias.
fanatismo_religioso
Os Eagles of Heavy Metal são”uma banda de heavy metal que pode ter sido escolhida pelos terroristas como vingança pelas torturas feitas por soldados americanos (…), fazem “versões dos Eagles em heavy metal”, são os próprios Eagles, “autora de clássicos como Hotel California e o nome da banda “significa Anjos da Morte” e são “uma banda de soul”.
Ora, se a televisão tem a virtude de estupidificar parecendo ser coisa séria, porque não pode um pastor baptista americano tentar fazer o mesmo, mas com piada? Fala assim pastor Steve Anderson a propósito de França e do atentado de há dias…

“Querem falar de uma nação pecaminosa? – isso é perverso” (da dita  aprovação estatística do adultério em França).

“Sabiam que a França é frequentemente descrita como um dos paises mais gay friendly do mundo? (…) e que a maioria dos franceses apoio o casamento gay? (…) e que Paris é uma das cidades mais queer friendly? (…) e que “fazer comentários homofóbicos é ilegal em França? Este sermão seria ilegal em França!” (…)
“eles não têm a liberdade de expressão para pregar a palavra de Deus, como nós estamos a fazer hoje aqui”.
“O presidente da Câmara de Paris entre 2001 e 2014, era um sodomita declarado, Bernard Delanoë, (…) saiu do armário e daí a três anos foi eleito Mayor de Paris”, “há dúvidas de que França é uma nação pecaminosa?”, (Paris) “é uma capital sodomita, é um antro sodomita, é um holocausto de abortos todos os dias, é um sítio perverso onde o adultério é a norma, é aceitável, é maravilhoso (…), “é por isso que a França sofreu este ataque, porque eles são perversos aos olhos de Deus”, “e estão a sofrer hoje por causa dos seus pecados. Essa é a verdade!” (…) (as pessoas inocentes) “foram a um concerto perverso”, “Abaixo os concertos do Eagles of Death Metal, não é seguro ir a um concerto desses porque Deus odeia a sua música, porque a alcunha do vocalista é “o diabo”!” (…), “God bless America”.

Amen…

Comments

  1. Carvalho says:

    A estupidez chega a tal ponto que há um “génio iluminado”, aqui um pouco abaixo no blogue, que estabelece uma suposta relação entre o nome do Bataclan e a idade do Bin Laden.
    Tal relação existe apenas numa mente doentia; obviamente.
    Se me contassem que alguém poderia ser estúpido a tal ponto, eu não acreditava.
    Ainda por cima, o “democrático” senhor apaga os comentários que não lhe agradam, salvando apenas os que o bajulam.
    E pergunto eu: um imbecil de tal calibre faz mesmo falta aqui? Não existe já estupidez suficiente sem tal energúmeno?

    • Jota says:

      Ai Carvalho, Carvalho, não te metas no que não entendes para não fazeres tristes figuras, vai ganhar mundo 🙂

  2. helena ramos says:

    este “senhor”nunca foi a Viena de Áustria onde, aí sim, a comunidade é gay Friendly a ponte de os semáforos para atravessar terem dois meninos ou duas meninas…
    De facto… a estupidez humana!!!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.