Retrato de Cavaco: evolução na continuidade

Retrato de Aníbal Cavaco Silva por entre a galeria de Carlos Barahona Possollo.

Comments

  1. eu avento says:

    O Cavaco devia ter a braguilha aberta com a picha de fora
    (sem tesão porque nem com Libidium lá vai)

  2. Afonso Valverde says:

    Não percebo o alcance da simbologia.
    Cavaco não me interessa.
    Está morto politicamente há muito tempo.
    Não tenho intenção de olhar para o seu retrato.


  3. O ar mais sonso e “sem tesão” da política portuguesa. A galeria apenas torna isso mais evidente.

  4. Escatota Biribó says:

    Repararam que ninguém nas imagens tinha pêlos no corpo?

    Se não repararam, não se preocupem, muitos também não reparam na esquizofrenia do fulano que aparece vestido com uma gravata vermelha, com uma etiqueta de penis auto censurado.