Mentir. 


Infelizmente, hoje em dia, politica e mentira são pleonasmos e,  ao afirmar isto, quase que estou a citar o deputado João Almeida, do CDS.

Neste assunto da CGD/Centeno, terá havido algum tipo de mentira, isso já se percebeu há muito, seja pela omissão, seja pelo recurso a factos alternativos.

É motivo para uma comissão de inquérito, abertura de telejornais, conferências de imprensa e comunicados do Primeiro-Ministro e do Presidente da República?  Obviamente que não. E se for preciso enquadrar, vejam-se os anteriores posts desta série, sobre a mentira na política, para se comparar entre o que pede PSD e CDS agora e o que fizeram quando foram governo – essas sim, enormes mentiras e com consequências para o país. Já esta lengalenga com o Centeno  só o interesse em destruir a mantém na agenda.

Enoja mais a atitude hipócrita de quem anda com moralismos a pedir a demissão do ministro, depois do exemplo que deram, do que a mentira branca de Centeno. E o povo vai mostrando o que pensa disto. “O outro queria era o tacho sem mostrar o vencimento”, ouvi há dias comentarem. Ninguém sairá a ganhar desta triste novela. E, paradoxalmente, parece ser esse  o ganho de Passos, que acha que ganha quando o país perde.

Nota: sequência de posts agendada no dia 15. A ver vamos se a realidade não os atropela. 

Comments

  1. Hélder P. says:

    “O outro queria era o tacho sem mostrar o vencimento”
    Nem mais e o que se vê é que as pessoas normais fora da bolha, aquelas que não trabalham numa redacção nem num partido político, não dão para este peditório. Querem é que se fale de coisas sérias, fartas de cortinas de fumo. Anda por aí uma intentona para assassinar o carácter de Centeno, ao mesmo tempo reabilitando Domingues, o homem com telhados de vidro que queria o manto diáfano da opacidade para ser presidente da CGD.
    A chicana política não resolve os problemas das pessoas.
    Mário Centeno errou porque deveria ter logo mandado a prima-donna Domingues dar uma curva com as exigências de estar acima da lei.
    Centeno aprenderá a lição, certamente. Apesar do custo do chafurdar na lama, creio que quem sairá pior será a oposição ressabiada e hipócrita do que o governo.
    Porque se formos a falar em mentiras, o Ministro das Finanças é um acólito na missa comparado com a sua antecessora!

  2. TRISTEZA DE COMENTÁRIO E DIGO MAIS NÃO TER SIDO BARATO.

  3. Antonio Santos says:
  4. martinhopm says:

    A sucessão de ‘posts’ que apresenta sob o título ‘mentir?’ é deveras oportuna e esclarecedora. E aqui estamos perante mentiras bem mais graves e com reflexos perniciosos na vida do povo e dos trabalhadores. Mas, quando se trata do PàF tudo se tolera? Esta gente enoja-me. Estou cansado de ouvir o Africanista de Massamá, levado ao colo pelos meios de comunicação e comentadores encartados da nossa praça.
    Esta história do Centeno já começa a tresandar. O que vale é que o povo não liga às bacoquices da direita.
    .

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s