Aguarda-se…


A douta opinião dos que passam o tempo incomodados com a Holanda, Irlanda ou Luxemburgo…

Comments

  1. tá bem tá says:

    o escriba pensa que quem se incomoda com esses países do leilão fiscal não se incomoda com isto?

    está errado, como é do seu apanágio. limita-se a plantar essa falácia.

    está desesperado.

  2. Paulo Marques says:

    Essa isenção impede quantos portugueses de comer, comparado com 10 mil milhões?
    Só para saber.

    • Mas também quer confiscar 10 mil milhões que não lhe pertencem? Uma coisa é averiguar se há ilicitude por trás das transferências, outra bem diferente é confisco. Em parte alguma foi dito por quem quer que seja, que fugiram 10 mil milhões que deveriam ter sido para liquidar impostos. Outra coisa bem diferente é dizer que os lucros obtidos com esses 10 mil milhões serão sujeitos a tributação…

      • Paulo Marques says:

        A questão é que ninguém sabe, e a outra questão é que sendo ou não legal, as pessoas começam a perceber que é demasiado dinheiro que não é usado para manter o nível civilizacional.

        • Cada um usa o seu dinheiro como quer, desde que obtido de forma legal, como é óbvio, seja particular ou empresa. Ou considera que pessoas como CR, Messi, actores de cinema, entre outros, estão obrigados a trabalhar mais barato? Ou a dividir o que ganham? Lucros ilícitos a conversa é outra…

          • Paulo Marques says:

            Desde que há dinheiro que o que se ganha tem limites e impostos, e antes também era verdade.
            Sim, porque há uma sociedade de que dependem para chegar onde chegaram e para manterem o que têm. E eles bem sabem, senão não compravam tantas leis para pagarem cada vez pior a quem cria riqueza.

          • Vai-me desculpar mas os ganhos podem ser ilimitados. E não aceito que governo algum confisque. Nos tempos da cortina de ferro, existiam pessoas que pelo talento que possuíam, ganhavam muito bem. Os governos roubavam-lhes o dinheiro. Naturalmente que desertaram. Quer nomes? Martina Navratilova ou M. Baryshnikov. Que interesse teria Bill Gates em trabalhar para financiar o tesouro americano? Ou Steve Jobs? Deverá Lewis Hamilton arriscar a vida numa curva para ver confiscados os milhões que ganha? A resposta só pode ser não. É feia a inveja e roubo a apropriação do esforço alheio…

          • Paulo Marques says:

            Feio é querer uma sociedade que lhes protege os direitos sem pagar por ela – no caso pode começar pelos direitos de autor, sem a sua protecção pelos estados não tinham nada.

          • No meu ponto de vista o indivíduo não nasceu para servir a sociedade, mas esta foi criada para servir o indivíduo…

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s