No princípio era o Verbo


E o verbo está errado. Excepto, claro, se o objectivo for fazer campanha por Fernando Medina.

Comments

  1. José Fontes says:

    Está errado em Português: devia ser POSSA
    Mas não em Coelhês, essa é a diferença.
    O que sabe esta coelhinha da Playboy sobre as subtilezas do Português?

    • Rui Naldinho says:

      “Poça”, Fontes!
      Sempre a corrigir a direita, e as suas ideias originais!

      * Admitindo que os automobilistas de Lisboa e arredores são profissionais que não podem abdicar do carro ou da furgoneta para o exercício da sua actividade, mas também muito boa gente da classe média alta, que entra e sai dia a dia, da cidade, por motivos diversos, nos seus “coches”, não estou a imaginar como se “possa” melhorar a circulação em Lisboa, sem impor pela via “taxativa”, novos hábitos, uma vez que os velhos usos e costumes estão há muito sedimentados nas gentes da grande metrópole.
      Pode melhorar-se, e já se fez alguma coisa, no trânsito da capital. Mas mudar completamente o paradigma no uso do carro, como meio de transporte, é extremamente difícil. Vai contra a natureza do português comum, em especial o mais favorecido, por não querer demonstrar menoridade económica perante os seus pares. E de preferencia com um carro que se veja.
      Ora, vindo esta sugestão de uma candidata da direita, já estou a imaginar, uma taxa automobilística para quem circular dentro de Lisboa. Como os menos abonados não estão na disposição de pagar, a não ser em situações extremas, só pagarão os mais ricos. Como os mais ricos arranjarão sempre forma de contornar a questão, descontar aquilo como uma despesa, em sede de IRC, ou por o patrão a pagar por conta da empresa, tenho dúvidas que alguém consiga mudar de facto alguma coisa.
      Mas, “prontos”! Estamos em época de eleições autárquicas, e ninguém leva a mal, tanto disparate,… não fosse tudo isto, um verdadeiro Carnaval!

  2. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Estas correcções, diria meu pai com o seu ar sempre tão compenetrado, é o mesmo que dar pérolas a porcos …
    E eles nunca compreenderão.

  3. As vendedoras do Bolhão são umas SENHORAS…Esta mulher (…É mulher?!; com esta coisa dos trans…quê, não sei), é uma mulher comum…Eu disse comum e apenas isso, carago…

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s