Legionella – Ministro da Saúde precipita-se?


O Ministro da Saúde anuncia que o Estado pode e deve indemnizar as vítimas de legionella, após ter conhecimento de um relatório preliminar, da responsabilidade do Instituto Ricardo Jorge e da Direção Geral de Saúde, que conclui que a origem do surto se deveu ao mau estado sanitário de uma das torres de refrigeração do Hospital São Francisco Xavier.

legionella
Atendendo a alguns comentadores da patrulha ideológica do PS se terem incomodado quando aqui escrevi que o governo deveria, de imediato, assumir responsabilidade do Estado, por uma questão de ética, talvez Adalberto Campos Fernandes se tenha precipitado, uma vez que se trata, apenas e tão-só, de um relatório preliminar.
Como não pertenço a patrulha alguma nem a seita, defendo que indemnizações não bastam, porque o assunto é de enorme gravidade!
Repito o que escrevi, então:

“Ser de esquerda não é isto! Ser de esquerda é também, e muito particularmente, assumir, frontalmente, as evidentes responsabilidades, mesmo enquanto decorrem inquéritos para apurar o detalhe!”

Como é evidente para mim, a responsabilidade política do Ministro e funcional da Directora-Geral de Saúde deveriam ter consequências óbvias, que ainda não foram observadas.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    “Como é evidente para mim, a responsabilidade política do Ministro e funcional da Directora-Geral de Saúde deveriam ter consequências óbvias, que ainda não foram observadas.”

    Depois de Jorge Coelho, com excepção dos corninhos que o Manuel Pinho pôs a um deputado comunista, se nåo me falha a memória, as demissões deixaram de ter peso ético e cívico, caindo em desuso.
    O PSD que hoje reclama a demissão de tudo o que mexe, foi pioneiro na anterior legislatura com os ex Ministros da Educação, Justiça e Negócios Estrangeiros, na manutenção dos mesmos em cargos nos quais já nada mandavam. Limitavam-se a gerir a “conta corrente” enviada mensalmente a Maria Luiz Albuquerque.
    Por sua vez o PS acha que se o PSD fez ouvidos de mercador às demissões dos seus ministros, por decisões erradas que eles próprios tomaram, e cuja responsabilidade só pode ser assacada aos próprios, porque razão se demitiriam agora, com cinco mortos infectados com a bactéria da legionela, quando não foi por nenhuma iniciativa sua que ela apareceu nas torres de refrigeração?
    Chegados aqui, constatamos que a diferença entre ambos é apenas de retórica. A praxis é muito parecida. Estão-se manifestamente a cagar para a República.
    É por essas e por outras parecidas com estas, que eu sempre digo: “o PS sozinho é um PSD com vaselina no instrumento fálico”.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s