Legionella – por uma ética de esquerda responsável


Confesso, entristecido, não poder aceitar, precisamente por me considerar de esquerda, que um governo em funções há 2 anos, não assuma as suas responsabilidades enquanto gestor dos bens do Estado e do Serviço Nacional de Saúde, quando as instalações de um hospital público estão infestadas com uma bactéria perigosíssima, letal para os mais indefesos.
Sei que um hospital é uma fonte de vírus e bactérias e que é muito difícil, se não impossível, evitar a contaminação, devido ao intenso movimento de doentes e funcionários, mas não por legionella, uma vez que esta se propaga pelos sistemas de ventilação!
legionella
Em nada me conforta saber que o governo anterior decretou o fim das auditorias periódicas obrigatórias à qualidade do ar interior em 2013! Este governo está em funções há 2 anos, tendo tido mais que tempo para repor a obrigatoriedade dessas auditorias, pois só através delas é que podem ser detectadas deficiências nos sistemas de climatização.

Ser de esquerda não é isto! Ser de esquerda é também, e muito particularmente, assumir, frontalmente, as evidentes responsabilidades, mesmo enquanto decorrem inquéritos para apurar o detalhe!

Este governo e quem o apoia, infelizmente o digo, parece estar a dar-se muito mal com toda e qualquer catástrofe que tenha de gerir, muito particularmente com a incapacidade de dar o corpo às balas quando as responsabilidades estão à vista de todos!

Se pretendem fazer mehor do que o governo anterior também neste aspecto ético, não imitem os que sacudiam a água do capote quando diziam que a culpa era sempre do Sócrates!

Comments

  1. Miguel bessa says:

    Parabéns.
    Só 2 pontos.
    Fim da obrigação de inspecção não significa fim da inspecção. Logo a responsabilidade continua a existir.
    A herança de Sócrates justifica os cortes. A herança do ppc não justifica as cativacoes.

    • joão lopes says:

      até o CM(jornal de propaganda do paf) já acusa o PPC de insanidade nos cortes,entretanto está a chegar a tecnoforma(é o que dá a clubite)

  2. Perdão!!!
    Mas já está confirmada em definitivo onde está a fonte da infecção?!
    É no Hospital? Em que local ou locias?
    Apesar de compreender e aceitar que existe frequentemente desleixo sobre as mais diversas práticas de controlo e profissionais, gostaria de ver bem clarinho, mesmo clarinho, onde está a fonte de infecção e propagação da legionella.

  3. Por causa de coisas:

    “De acordo com o Correio da Manhã, o Ministério Público está a fazer testes às amostras de água recolhidas em vários pontos do Hospital de São Francisco Xavier que, em conjunto com o resultado das autópsias, deverá indicar o foco da contaminação.

    Ao mesmo tempo, a Justiça vai também identificar a empresa privada que é ali responsável pela manutenção e pela limpeza de todas as canalizações, aparelhos de ar condicionado e respetivas tubagens e ainda das torres de refrigeração do hospital.

    À primeira vista, são levantadas suspeitas de desleixo – negligência – ao nível da limpeza, o que pode ter potenciado o desenvolvimento da bactéria da legionella na água.”
    Notícia picada à instantes do AEIOU.pt

  4. … quando as instalações de um hospital público estão infestadas com um vírus perigosíssimo“!!!

    O mítico “VIH”?

  5. JgMenos says:

    «não imitem os que sacudiam a água do capote »
    Como deixarem de se imitarem no que têm de mais entranhado na sua essência de gang parasitário do Estado?

    • ZE LOPES says:

      Gang parasitário? Não me diga que a legionella já está conluiada com outras bactérias! O caso é grave! Temos de acelerar o processo com vista à sua definitiva proibição! E podemos até aproveitar para proibir o sarampo e a escarlatina, já que também devem fazer parte do gang!

      Não há que ter ilusões nos esquerdalhos. Tem de ser o Telmo Correia a levantar o assunto no Parlamento, no tom mobilizador que utilizou no final da moção de censura!

    • Paulo Marques says:

      Resta saber quem assinou o contracto de manutenção com os ditos parasitários.

  6. Rui Naldinho says:

    Este é daqueles artigos que eu assino sem pestanejar. E podem carregar-me com desagravos, que para mim é-me indiferente.
    Este governo parece gerir a coisa pública, de baixo de uma forte pressão exterior. Mas acima de tudo, com um complexo de inferioridade diante da PàF , o que me parece uma idiotice perfeita. Como se o legado deles, tivesse algum mérito. Cortar não custa. O que custa é cortar sem magoar. Melhor ainda, se cortarmos no sítio certo. O PS parece querer mostrar à viva força, que fazem tão bem ou melhor que a direita em matéria de deficit e crescimento económico.
    Ora, eu preocupo-me com isso tudo, mas preocupo-me muito mais na forma como isso é feito, nos impactos que as medidas têm, e não tanto com o resultado em si, numa espécie de competição, entre direita e esquerda, alimentado pela comunicação social a soldo dessa mesma classe neo liberal.
    A esquerda nunca pode ombrear com a direita em matéria de cortes orçamentais. Porque para a direita o corte é cego. Tal como a direita jamais ombreará com a esquerda em matéria de políticas sociais. Porque para a direita a caridade já é solidariedade. E deve ser dada na dose certa para que a subserviência seja uma condição natural do desfavorecido.
    Chegados aqui, direi que se o PS quiser ser igual ao PSD, acabará mal na foto de família. Tanto cortam na manta que os dedinhos do pé ficam ao frio. Ou na melhor das hipóteses ficam com os ombros ao relento.
    Ha alguma razão objectiva para se querer atingir um deficit de 1% em 2018?
    Este ano, goste-se ou não, as cativações contribuíram no mínimo, para dar à direita um argumento a seu favor, no que concerne ao desinvestimento nas funções de soberania.

    • JgMenos says:

      ‘Tal como a direita jamais ombreará com a esquerda em matéria de políticas sociais’.
      Proclamado o mantra fundador da seita, pode dizer o que mais queira sem temer agravos.

      Quando as políticas ‘sociais’ da esquerda criam uma dívida que trazem todo o tipo de sofrimentos, sempre prevalece a ‘intenção’,
      a ingénita e imbecil bondade da esquerda!

      • ZE LOPES says:

        Menos, V. Exa dixe-se de tergiversações e responda claramente: qual é a sua posição sobre a leginella? Está a favor ou contra? Assina ou não a petição a pedir a sua definitiva proibição?

        São questões como esta que os portugueses querem ver respondidas! Deixe-se lá de esquerdalhos, mamas e cornos!

    • Ana A. says:

      “Porque para a direita a caridade já é solidariedade. E deve ser dada na dose certa para que a subserviência seja uma condição natural do desfavorecido.”
      É essa a essência da ideologia, logo, por mais voltas que se queiram dar a questão é sempre a mesma: é isso que cada um quer, ou quereria para si?
      (Claro, que não estou a falar para os “ungidos”, pois caberá sempre a eles a administração da “receita” que preceituam!)

      • ZE LOPES says:

        Ana: não fale dos ungidos, já que, os próprios, já perderam a noção dos que os unge. Uma prova, é que já nem os deixam entrar em alguns bares do Cais do Sodré!

  7. Branquinho says:

    E teremos, infelizmente, de esperar por mais…
    A decapitação do estado levada a cabo pelo snifador passos terá consequências por muitos anos…

    • mdlsds says:

      O actual governo não teria feito mais nada até agora se não auditorias e correcções à porcaria toda que foi feita na vigência do Passos e companhia.

Trackbacks

  1. […] a alguns comentadores da patrulha ideológica do PS se terem incomodado quando aqui escrevi que o governo deveria, de imediato, assumir responsabilidade do Estado, por uma questão de ética, […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s