Paula, despejada e sem talento

Paula

Foto via Esquerda.net

Paula, uma reclusa a cumprir pena por tráfico de droga em Santa Cruz do Bispo, foi despejada pela CM do Porto, apesar de, segundo pude apurar, nunca ter deixado de pagar a renda e as contas. Foi despejada porque a autarquia quis e tem poder para o fazer. Mandou retirar os seus bens da habitação, no chiquérrimo Bairro do Lagarteiro, trocou a fechadura e deixou mais uma casa vazia, numa cidade de preços exorbitantes onde tantos dormem na rua. Agora, Paula e os seus três filhos ficaram sem tecto. É a sociedade civil a fazer o seu papel e a reinserção social a funcionar em pleno.

A culpa, contudo, parece-me ser da própria Paula. Não porque tenha que pagar uma factura adicional pelo crime pelo qual foi condenada, e pelo qual cumpriu já seis anos e meio de um total de nove, aparentemente com bom comportamento, mas porque, quer-me parecer, falta-lhe talento para ser criminosa. Ou pedigree, que neste país faz toda a diferença neste ramo de actividade.

Em vez de tráfico de droga, Paula deveria ter optado pelo tráfico de influência. Se a tivesse ao nível em que a mesma é passível de ser traficada, sem prejuízo para o traficante. Um dos mais profícuos sectores de actividade criminosa não sancionada neste país. Ou então pela corrupção, outro crime extremamente rentável, pelo qual ninguém vai preso ou perde a sua casa. Ou então assaltava um banco, desde o seu interior, claro, e colocava os proveitos da sua actividade criminosa em nome do marido, dos filhos, da mãe ou do primo da Ericeira. Perante o leque de opções, algo fica para mim muito claro: Paula não tem as competências necessárias para ser uma criminosa de sucesso neste país.

Em suma, o problema de Paula parece-me ser o mesmo problema de todos os pequenos criminosos deste país. São pequenos. Se fossem grandes, se tivessem grandes fortunas em paraísos fiscais e herdades na Comporta, se tivessem empregado meia bancada parlamentar do PS, do PSD ou do CDS, se tivessem um avental dos bons ou um meia-dúzia de magistrados no bolso, tal problema não se colocaria. É que, neste paraíso à beira-mar plantado, a justiça, tal como as herdades na Comporta, os políticos sem escrúpulos e os aventais, sejam eles para cozinhar almoços ou compadrio, podem ser comprados por um preço relativamente acessível, regra geral pagos pelas vítimas do crime. Ser criminoso, no terceiro mundo europeu, requer algum talento. Não é para qualquer um, Paula.

Comments


  1. Que susto que apanhei !
    Julguei que a Srª. estava presa por estar a dar milho ao pombos…


    • Não se assuste. A senhora estava presa, e bem presa. Mas os criminosos pagam uma pena, não duas, Ou estará esta senhora a pagar pelos corruptos do seu partido?


      • Nem sei porque meteu partidos aqui na conversa.
        Mas isso são outros quinhentos de alguém que se picou.
        O Senhor dá uma no cravo e outra na ferradura.
        Diz que a autarquia tem poder para a fazer sair de casa.
        Se tem esse poder, exerceu-o e ponto.
        Já agora, lá no seu partido não há corruptos ?

        • João Mendes says:

          Não, no meu partido não tem corruptos. Sabe porquê? Porque eu não pago cotas nem abano bandeiras de seitas, apesar de preferir este sistema a outros, de partido único.

        • Nascimento says:

          No ” ponto” estás tu meu verme. E tu nem precisas de medicamentos… não fazem efeito em vermes como tu…bandalho.

    • ZE LOPES says:

      Não! A dar milho aos pombos… andou um tal… Salgado!

      E como se sabe? Sabe-se porque os pombos testemunharam no tribunal de Santarém a seu favor!

      • João Mendes says:

        Os salgados não lhe interessam. Nem os sócrates, os BPN’s ou os Jacintos, dependendo da seita a que o senhor Zé reza o seu terço.


        • Afirmações desse tipo são ressabiadas . Devo dizer -lhe que não sou religioso.
          Você meteu a “pata” na poça e agora deita-se a adivinhar. Coitado do men!

  2. antero seguro says:

    Não podemos tomar a nuvem por Juno. Aqui parece existir uma clara protecção ao tráfico de droga. Se a dita Senhora morava no bairro e se dedicava ao tráfico de droga, facto pelo qual foi condenada e cumpriu prisão e havendo uma disposição camarária que será retirada a habitação social quem trafica droga não estou a perceber qual seja o problema. Cumpra-se a Lei.


  3. O que é que não percebeu?
    Se a lei diz que quem trafica droga fica sem casa. Cumpriu-se a lei.

    • Pedro says:

      Parece cristalino, a ser tão simples (confesso não estar a par de pormenores).
      Agora, a mensagem forte do “post” parece-me válida.
      “Liberdade”, “democracia”, “direitos”, justiça” são tretas, na medida en que tens os “prós” se és “grande” e levas com os “contra”, se és “pequeno”.
      O que se faz, muitas vezes, é esquecer/escamotear que ISSO É QUE vigora.

      • João Mendes says:

        Exactamente, Pedro. Mas o amigo Zé está aqui para defender as suas convicções religiosas, e não chegou lá. Quem o lê, acha que o autor está a defender a senhora. Não está. Está a dizer-lhe que lhe falta talento para ser criminosa, ao contrário dos seus caciques partidários.


        • Mas porque caraças defende uma traficante de droga ?

          • Paulo Marques says:

            Porque é uma pessoa como as outras que cometeu uns erros como os outros.

          • João Mendes says:

            Mas quem é que está aqui a defender traficantes?

          • Nascimento says:

            ó GRUNHO tu é que estás a mostrar o quanto a farda preta do Hugo Boss te ficava bem… que nem uma luva! é verdade ,a Hanna tinha razão…

  4. Julio Rolo Santos says:

    Todos os beneficiários de renda acessível ja sabem á partida de que devem obedecer a determinadas regras e aceitam-nas no momento da assinatura do contrato de arrendamento. Paula aceitou essas regras e, pelos vistos infrigiu-as. Se tem filhos, aonde viviam quando estava presa?

    • Nascimento says:

      A QUESTÃO QUE COLOCA É BEM REVELADORA DA MERDA NOJENTA DO QUE INSINUA O SEU AUTOR.
      SIM SENHOR: ” ONDE ESTAVAM?” HEM? ATÃO VÁ PARA LÁ VIVER SUA INDROGADA!!! … NÉ? COM AQUELES QUE DÃO CAMA E COLO AOS PUTOS! SIM SENHOR…
      OLHA LÁ Ó MERDOSO AS PESSOAS FAZEM MERDA E PAGAM COM O COIRO A MERDA QUE FAZEM( ALGUMAS)…NÃO PRECISAM QUE LHES TIREM TUDO! TODA SUA DIGNIDADE, DE SEREM HUMILHADAS! PERCEBES Ó ESCARRO?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.