Irá Duterte matar o próprio filho?

O filho do justiceiro das Filipinas foi hoje ouvido em tribunal por suspeitas de envolvimento em tráfico de droga. A confirmarem-se as suspeitas, irá Rodrigo Duterte executar o próprio filho, em linha com o caminho que preconiza para o combate ao tráfico? Ou será que, nas Filipinas como no resto do mundo, os traficantes de colarinho branco passam entre os pingos da chuva?

México: cinquenta mil mortos em seis anos na “Guerra à Droga”

Galeria de imagens.

Países da América Latina querem discutir a descriminalização das drogas

Nas Américas, apenas os EUA e o Canadá estão contra. Não admira o negócio das prisões e a guerra à droga dão dinheiro a muita gente.

Mais um

O Presidente Otto Perez Molina da Guatemala diz que a guerra à droga falhou, apela ao debate sobre a questão da descriminalização. (BBC)

Hoje dá na net: Opium Brides

Opium Brides é uma reportagem sobre a troca de crianças por dinheiro, de abusos e de humilhação numa terra sem lei. Com a entrada do exército dos EUA no Afeganistão e com a consequente remoção do poder dos Taliban, a plantação de papoila e o tráfico de ópio floresceu, transformando o Afeganistão no maior produtor mundial. Numa terra paupérrima os agricultores são forçados a aceitar empréstimos dos traficantes de droga para poderem fazer as suas sementeiras. Se não pagam, por qualquer motivo, são obrigados a dar os próprios filhos em troca.

Esta reportagem cumpre outro propósito, dá um rosto aos habitantes do Afeganistão, coisa que só muito raramente vemos na nossa comunicação social.

Em inglês, sem legendas.

Krokodil

As imagens são aterradoras e à primeira vista, parecem corresponder à dentada de um sáurio. Mas não, este “Krokodil” é de outro género e os seus despojos decerto não servirão para qualquer mala, carteira ou sapato de sofisticada marca.
Não passa de mais um exemplo deste admirável novo mundo, cheio de promessas e benesses para quem distribui certos produtos, garantindo a desgraça dos patéticos utentes.

*O site do link contém imagens chocantes e elucidativas.

PSP detém traficantes de droga na PSP

A notícia é seca e curta: a PSP deteve cinco elementos da PSP por posse e tráfico de droga. Além de prometer uma conferência de imprensa para as 15 horas, a notícia pouco mais acrescenta, além de que dois deles são oficiais e que todos trabalham na zona de Lisboa/Estoril. Diz ainda que mais detenções podem ocorrer nas próximas horas.

Faltam pormenores a esta notícia, nomeadamente os tipos de droga traficados e respectivas quantidades. Mas falta também esclarecer a sua origem. Os srs. polícias  compravam a droga para a revender, ou tratava-se de droga apreendida, eventualmente a pequenos traficantes, e colocada a seguir nas ruas? E como se processava o negócio? Estaremos perante uma associação criminosa de polícias? Era bom que a PSP, na conferência de imprensa, fosse transparente sobre estes… PSP.