Moedas irá privatizar Lisboa e entregar a gestão à esposa

Carlos Moedas, candidato do PSD à câmara de Lisboa, foi um súbdito fiel de Passos Coelho, esse Miguel de Vasconcelos que esteve ao serviço do poder estrangeiro, durante o período em que Portugal esteve sob ocupação da troika.

Uma das promessas que levou Passos Coelho ao governo foi a de não privatizar à toa, como podemos verificar num vídeo inesquecível, criado pelo Ricardo Santos Pinto.

Os CTT foram privatizados, sabendo-se que davam lucro e tinham, ainda, outras funções na compensação de um dos maiores problemas nacionais, o desequilíbrio entre litoral e interior, num país com regiões que caminham a velocidades demasiado diferentes.

Carlos Moedas teve um papel fundamental nessa e noutras privatizações. Por coincidência, a esposa de Carlos Moedas veio a integrar a estrutura que passou a gerir os CTT privatizados e transformados em lojas de má literatura, ao mesmo tempo que abandonaram povoações e passaram a funcionar pior, porque a incompetência é exclusiva do sector público, uma das mentiras da direita liberal para tomar conta de negócios e de monopólios.

Note-se que o PSD, na oposição, e bem, atacou o PS devido às teias familiares que atravessam o actual governo, mas já se sabe que o argueiro no olho alheio é sempre maior do que a trave que está no meu.

Caso ganhe as autárquicas em Lisboa, será que Carlos Moedas irá privatizar a câmara? Se isso acontecer, a esposa transitará para a equipa que passará a gerir a cidade? A brincar, a brincar…

Deixo, a seguir umas ligações sobre a importância de Carlos “videirinho” Moedas nesta história. É instrutivo, divertido e poupa-me trabalho.

 

CTT antes e depois da privatização. Quem ganhou?

Privatização dos CTT rende 909 milhões aos cofres do Estado

Como Catroga & Moedas arrombaram os CTT

«Céline Abecassis – um casamento ViaCTT»

 

Comments

  1. JgMenos says:

    A verrina esquerdalha é uma das especialidades da cambada.
    Este paspalho preferia que os 909 milhões viessem do saque a quem tem mais que ele, que esse é o sentimento que os guia a todo o tempo.

  2. esteves aires says:

    Aqui fica o apoio ao texto, visto que o tal Moedas ( um dos traidores do governo de Passos e Portas , tutelado pelo Cavaco…. Foi e será sempre um dos Migueis de Vasconcelos deste Pais…
    Rua com os Migueis de Vasconcelos!!!

    • JgMenos says:

      Cambada!
      Se pensam que me insultam quando me dizem salazarento, desenganem-se: para homem do seu tempo, foi grande político e grande patriota.

      Mas como tudo que é grandeza ofende a ralé, esta sempre se sente grande ofendendo-a.
      É pois esse um critério seguro de identificar a ralezada.

      • Paulo Marques says:

        Sim, é só fazer de conta que era um político completamente diferente e era tudo más línguas, e era o melhor estadista do mundo.

      • António Fernando Nabais says:

        Mais nada, menos, era mandar esta gente toda para os calabouços da PIDE ou para o Tarrafal. Adoras o cheiro a tortura pela manhã, não é, filho?

        • JgMenos says:

          A tua paternal idiotice, não é menos idiota por isso.
          Só te lembro dois casos, à distância de quase 30 anos:
          – Uns patriotas que queriam levar uns navios de guerra portugueses, barra do Tejo fora, a combater pela república espanhola.
          – As gerações de agentes soviéticos a tratar de pôr os pesqueiros russos a varrer os mares àfrica e uns cubanos a desmontar fbricas de portugueses.´.

          Para a cambada esquerdalha tudo são justas lutas a merecer lugares de deputados da Nação

          • abaixoapadralhada says:

            Salazarento não. Eu corrijo-te nazi menot:
            Sa Lazarento é o que tu és

            Para ti, o tempo não passa ou o que escreveste, ouviste falar nos círculos bafientos por onde andas

            “Só te lembro dois casos, à distância de quase 30 anos:
            – Uns patriotas que queriam levar uns navios de guerra portugueses, barra do Tejo fora, a combater pela república espanhola.”

            Há quase 30 anos ???

            Ou és burro e ignorante ou ouviste contar

            Há quase 30 anos ???

            Cassetes que te tocavam quando só ouvias a Emissora Nacional e lias o jornal da Pide, o Diário da Manhã

          • JgMenos says:

            Debaixodassaias!
            As tuas raivas de comuna fazem-te ainda mais burro!

            «dois casos, à distância de quase 30 anos» …

            30 anos entre os casos, trengo!

            «a quase 30 anos???» paspalho!

      • esteves aires says:

        Para não estar a perder mais tempo com este tipo gente, que ao longo dos anos ainda não percebeu, que o Salazar era um ditador fascista como Hitler, Mussolini e Franco. O meu saudoso avó materno diria,,, Não merecem estar neste País https://ensina.rtp.pt/artigo/historia-da-pidedgs/

  3. Filipe Bastos says:

    Confesso-me algo baffled, ou aparvalhado, com a candidatura do Moedas. Todos os comentadeiros que vi nas TVs, como o Marques Cabeça de Porco Lopes, tratam-na como se fosse uma jogada genial do medíocre Rio. Não entendo.

    Seria difícil encontrar candidato mais totó, choninhas, tecnocrata, manga-de-alpaca, desadequado e alheado do ‘homem da rua’ do que o chulão Moedas. Não consigo imaginar quem o veja como um candidato popular ou fácil de vender à carneirada.

    É verdade que a Múmia Cavaca também nada tinha de simpático, mas o Moedas não tem sequer a sua arrogância, que os parolos confundem com carisma, ou o estilo mandão que agrada aos saudosistas do paizinho Salazar. É um caguinchas.

    Ainda assim, sabem que mais? Não seria pior que o Merdina.

    • abaixoapadralhada says:

      “Ainda assim, sabem que mais? Não seria pior que o Merdina”

      Esta a ver como te descais !
      A mim não me enganas, garotão

    • Paulo Marques says:

      É competente e tem bom currículo lá na área dele (onde vários desse epitáfios são qualidades). Fosse outra a câmara, e perguntava o que é que isso interessava aos eleitores e porque é que haviam de querer saber de alguém que nunca fez nada por ela.
      Mas a capital é a capital, nunca se sabe. Só que Medina tem dado apoios durante a pandemia, e isso conta.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.