Liberalismo e cartelização

Alguns liberais – no sentido neoliberal da palavra – hipnotizados pelas teorias de Hayek e Friedman, ainda que alheados do mundo real, insistem que o mercado livre se autoregula, e que uma das vantagens da sua natureza concorrencial é que o consumidor paga sempre menos.

Sempre menos.

Pena que exemplos como este se multipliquem, invalidando o wishful thinking e a propaganda, revelando que concorrência, não raras vezes, degenera em cartelização. A desculpa, invariavelmente, chega-nos sob a forma de uma adaptação da boa velha máxima comunista: este não é o verdadeiro liberalismo. Os radicais, como os extremos, atraem-se. Nunca falha.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    A decisão da AdC é puro folclore. Apenas quer mostrar serviço. Um serviço que devia funcionar por antecipação , fiscalização na hora, e não como resultado de um facto consumado.
    Essa multa nunca será paga.
    As entidades visadas recusar-se-ão a liquidar esse montante. Aquilo vai para tribunal, pagarão uma pipa de massa a um conjunto de advogados, mas ainda assim muito menos do que a multa em si, passarão anos em tribunal esgrimindo argumentos vários, arroladas testemunhas para todos os gostos, e acabará tudo com uma coima de valor simbólico. Isto se não prescrever entretanto.

  2. estevesayres says:

    Mas estão a ter apoio de gente/deputado que se passeiam na Assembleia da República, querem exemplos , eles são muitos, estão por lá; liberais, neoliberais e alguns com tiques…

  3. luis barreiro says:

    Aos anos que é público a concertação de preços entre a Centralcer e a unicer ou Central de cervejas, sei que devido a esta concertação o preço da cerveja disparou á vários anos, mas o capitalismo dá-me a liberdade comprar cerveja no mercadona, no lidl ou no aldi bem mais barata.
    No socialismo não tenho essa liberdade, teria de comprar o que os sobas decidiam.

    • POIS! says:

      Pois lá está! É uma vergonha! Uma vergonhaaaaa!

      Um direitrolha como V. Exa, fervoroso adepto do Quarto Pastorinho, que devia ser um exemplo para toda a sociedade, a confessar que passa a vida a emborcar bjecas e a dar cabo do fígado, ainda por cima a preço de saldo!

      Depois venha cá ao Serviço Nacional de Saúde tratar-se á custa dos contribuintes! Atreva-se!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.