Sabotagem

img_890x500$2012_08_01_11_30_44_68324.jpg

O comunicado do Ministério das Finanças sobre as recentes declarações do ministro alemão acerca de Portugal peca por não relevar aspectos importantes dessas declarações.
Elas tiveram como imediata consequência a subida das taxas de juro da dívida portuguesa, além de serem, evidentemente, um ataque inaceitável, de natureza especulativa e totalmente falsa, feito por uma país membro da União Europeia contra outro país com o mesmo estatuto.

[Read more…]

Aplaudamos a estupidez em pé: a JSD está de volta

JSD

Lembram-se do episódio do cartaz do BE, que tanta polémica causou? Lembram-se dos argumentos dos indignados que, à direita, vociferavam contra o desrespeito pelas crenças e sensibilidades de terceiros que eram cruelmente violentados pela brincadeira de mau gosto do Bloco? Estão recordados?

Pois bem, a JSD elevou a fasquia. No mesmo campeonato, ou não fosse a JSD parte integrante do PSD, as camadas jovens do partido que até integra um grupo parlamentar europeu onde se destaca o ditador fascista da Hungria voltaram a fazer das suas com um cartaz que compara Mário Nogueira a Stalin. Isto é imbecil de muitas maneiras, e a imbecilidade fica bem patente nas palavras do deputado e líder da JSD, Simão Ribeiro, que afirmou ao Negócios tratar-se de iniciativa que visa firmar “uma posição política e fazer entender ao país que falta um debate sério sobre o modelo educativo desejável”. Portanto este anedótico ser afirma pretender um debate sério e a forma que encontrou para o iniciar foi comparar um líder sindical eleito pelos seus pares e um ditador sanguinário. Aplaudamos a estupidez em pé. [Read more…]

Sem comentários

comun cds
via O Tempo das Cerejas

Comunicado do grupo 1 milhão na Avenida da Liberdade pela demissão de toda a classe política

Comunicado 8 de Março 2011

Vimos esclarecer o seguinte:

1 – O grupo “1 milhão na Avenida da Liberdade pela demissão de toda a classe política”, ainda NÃO tornou pública qualquer iniciativa de rua.

2 – O grupo “1 milhão na Avenida da Liberdade pela demissão de toda a classe política”, NÃO está de forma alguma ligado à organização do protesto “geração à rasca.

Enquanto movimento livre e espontâneo de cidadãos, este grupo desde a 1ª hora se solidarizou com o protesto, divulgando e incentivando os seus membros participarem da manifestação do dia 12 de Março

3 – Email “Chegou a Hora”

A mensagem de correio electrónico de 30 pontos que tem circulado nos últimos dias no ciberespaço NÃO É um manifesto do grupo “1 milhão na Avenida da Liberdade pela demissão de toda a classe política”. [Read more…]

Comunicado da A25A

Tomámos conhecimento de que circula um abaixo-assinado com o título “Carta Aberta de Militares de Abril aos órgãos de soberania a propósito do chamado ‘Casamento’ entre pessoas do mesmo sexo”.
Como sempre assumimos, não nos consideramos como representantes exclusivos dos militares de Abril.
Ainda que sejam sócios da A25A cerca de 90 por cento dos militares de Abril, há outros militares que têm legitimidade para usar esse título.
Só nos espantamos é com o facto de alguns dos envolvidos nesta iniciativa virem, agora, assumir-se como militares de Abril. Se o assunto não fosse sério, seria caso para afirmar “bem-vindos ao barco…!”
Admitindo que algum sócio da A25A decida subscrever o abaixo-assinado – somos homens de Liberdade, cada um é livre de assumir as posições que entenda assumir – e porque já fomos contactados para esclarecer a nossa posição, ao mesmo tempo que alertamos para o facto de irem surgir falsas notícias sobre o assunto – como exemplo, o jornal Correio da Manhã afirmar que Vítor Alves também assina a carta em questão, o que é absoluta e totalmente falso – informamos que a Associação 25 de Abril é totalmente alheia a todo este processo.
Cordiais saudações e um abraço amigo
O Presidente da Direcção
Vasco Correia Lourenço