Rigorosamente despesistas

Passos Salazar

Foto@A Viagem dos Argonautas

Não sabemos se o compêndio de Pedro Passos Coelho sobre Salazar virá ou não incluído no novo lote de viaturas novinhas em folha que acabamos de adquirir para assessores e outros boys membros da sua equipa. No total, segundo o Correio da Manhã, são 34 viaturas que terão um custo de 18 mil euros por mês. Uma migalhinha no contexto desta crise que nos fustiga, um óptimo exemplo para os portugueses a quem os partidos beneficiários acusaram de viver acima das suas possibilidades. E se há funcionários públicos neste país a viver acima das suas possibilidades, esses funcionários são os políticos da casta.

[Read more…]

Já não era sem tempo

Pelos vistos, foram às casinhas que valem mais de um milhão de Euros e aos rendimentos de capital. Faltam ainda algumas insignificâncias, como: extinção da regalada atribuição de automóveis a titulares de cargos públicos abaixo de Secretário de Estado; fim da concessão de dispendiosas  “ajudas de custo”, seguros, telemóveis, subsídios de arrendamento de casa, subsídios de deslocação ou alimentação dentro das fronteiras do Estado,  cartões de crédito para despesas de representação; discriminação pormenorizada de observatórios, gabinetes de estudo, fundações e outras instituições ditas de “utilidade pública”, assim como os montantes de dinheiro público – diga-se dos contribuintes – envolvido; legislação que submeta os candidatos, ao critério da avaliação prévia de todos os gestores do sector empresarial do Estado; plena explicação da razão pela qual o Palácio de Belém comporta cerca de 500 funcionários adstritos e um orçamento sempre em crescendo desde 1985; interdição de qualquer ex-Chefe de Estado acumular a muito justa pensão inerente, com outros proventos decorrentes do exercício de funções representativas – ou outras – em fundações, Comissões organizadora de índole nacional ou internacionals, etc. Enfim, há ainda que atender às escandalosas reformas antecipadas e ao fim de escassos anos de serviço, como por exemplo acontece no parlamento. Impõe-se a obrigatoriedade do regime geral.

[Read more…]

Proposta Frugal ao Pançudo Soares

Conspirativo e velho, mas de velhice moral aplicada à política, por que é que Mário Soares, em vez de vir propor um novo Governo, com aquele tesão todo juvenil e manhoso, não propõe que se finem os salários e mordomias vitalícios dos ex-PR?! Um acto finalmente frugal no ocaso da vida seria tão belo como todo um Januário com tento na língua e visão de conjunto. Ou ainda não chega de encher a pança à fartazana pelas décadas das décadas?! Soares, o Grande Cevado da Política Portuguesa, seria amigo se me transferisse uns cinco euros para eu poder comprar uns pães, uma garrafa de vinho tinto e uma dúzia de ovos.

Descubra as Diferenças

A propósito desta imagem, descubra as diferenças!

Eu dou uma ajuda.

O palhaço da esquerda é o Tiririca, recentemente eleito Deputado Federal no Brasil, o mais votado numa eleição nominal em que 1,35 milhões de eleitores brasileiros entenderam que ele, mais que qualquer outro isoladamente, é o melhor representante das suas vontades colectivas. Tiririca talvez não saiba ler o que não faz dele um analfabeto. Tiririca é um cidadão do mundo.

O pal.. senhor da direita é o Deputado à Assembleia da República de Portugal Ricardo Gonçalves, democraticamente escolhido de entre uma lista não-nominal na qual se incluem algumas outras dezenas de pessoas igualmente anónimas, não-nomeadas. Desconheço quantas pessoas escolheram este senhor Deputado para seu efectivo e nomeado representante. Este licenciado em Filosofia certamente sabe ler o que não faz dele automaticamente um alfabetizado funcional porque tem dado provas repetidas de que desconhece que 20% da população portuguesa vive no limiar da pobreza e muitas auferem não mais que o equivalente a 10 dias das suas ajudas de custo (60 euros por dia). Ricardo Gonçalves é um provinciano, assim se assume. Talvez seja o tempo de apanhar o autocarro p’ra Melgaço, regressar ao ensino da Filosofia e governar-se com 1000 euritos por mês, sem ajudas ou outras mordomias pagas, por enquanto,  por aqueles que insulta…

Baixa política e nervoso miudinho

Num intervalo das aflições porque passam os seguidores do grande líder Eduardo Pitta comenta a decisão da Assembleia da República proposta por Jaime Gama em acabar com algumas das mordomias deputais.

A proposta teria sido motivada por um fim de semana no Dubai onde, segundo EP, teriam participado "deputados do PS (Leonor Coutinho, Miguel Ginestal e Rui Vieira), do PSD (Duarte Pacheco) e do Bloco de Esquerda (Miguel Portas)".

Cheirou-me a esturro, porque Miguel Portas nunca foi deputado (na AR), e fui espreitar:

Os Deputados Rui Vieira (PS), Presidente da Delegação, Rosa Maria Albernaz (PS), Miguel Relvas (PSD), Miguel Ginestal (PS), Duarte Pacheco (PSD), Leonor Coutinho (PS) e Joaquim Couto (PS) participam na  120.ª Assembleia da União Interparlamentar (reunião plenária) tem lugar em Addis Abeba, de 5 a 10 de Abril próximo

 

Miguéis há muitos. É dos nervos.