Um pretexto para o negócio, obviamente

Trump said Tuesday that he’s “looking into” the idea, saying making 3D plastic guns available to the public “doesn’t seem to make much sense!”

Alguém quer publicar ficheiros que permitirão a qualquer um com uma impressora 3D fazer uma arma em casa. Num país onde tantos acreditam que se está mais seguro possuindo-se armas, grupo onde se inclui Trump, o qual afirmou que dar armas aos professores era a melhor forma de parar os tiroteios nas escolas, conclui-se que, afinal, essa segurança só existe se a arma for comprada a um associado da NRA.

Já agora, antecipando o argumento, é de notar que o registo de uma arma comprada, com a possibilidade de associar um disparo ao seu autor, apenas serve para ir atrás do mal feito. E que o mercado negro está à mão de quem não quiser ser identificado.

A esperança saiu à rua nos EUA

1.jpg

Shawn Thew/EPA@Expresso

Sem medo, contra a poderosa NRA e contra o fanatismo bélico da América violenta, a esperança saiu à rua em várias cidades norte-americanas. As imagens (a galeria disponível no Expresso é extensa) falam por si.

[Read more…]

É só para sublinhar o que já se sabia

President Trump has abandoned his live-on-television promise to work for gun control measures that are opposed by the National Rifle Association, instead bowing to the gun group and embracing its agenda of armed teachers and incremental improvements to the existing background check system.” NYT, 12/03/2018

A questão das armas nos EUA não se resolve sem que o financiamento partidário deixe de ser controlado pelo meio empresarial. Devemos olhar para os outros e pensar para onde caminhamos

United Stupids of America

NRA.jpg

É curioso que a administração norte-americana se empenhe tanto em manter potenciais terroristas afastados do país, usando o pretexto para criar legislação xenófoba, quando luta activamente por manter a vida facilitada aos terroristas que, nascidos e criados em solo americano, decidem metralhar uma escola ou um concerto com uma arma semiautomática. Não, não é nada curioso. É só estúpido. E talvez, mas só mesmo talvez, tenha algo que ver com os vários massacres que acontecem, todos os anos, na land of the free. [Read more…]