Estamos em ano de Sem-tenário…


Anda Portugal inteiro raladíssimo com o défice e por isso mesmo, urge auxiliar o governo no corte da despesa. Pode bem começar num edifício contíguo, onde as verbas para 2010 serão as seguintes:

1 – Vencimento de Deputados ……………………………………………12 milhões e 349 mil Euros
2- Ajudas de Custo de Deputados………………………………………..2 milhões e 724 mil Euros
3 – Transportes de Deputados …………………………………………….3 milhões 869 mil Euros
4 – Deslocações e Estadas …………………………………………………..2 milhões e 363 mil Euros
5 – Assistência Técnica (qual?) …………………………………………… 2 milhões e 948 mil Euros
6 – Outros Trabalhos Especializados (quais?) …………………………3 milhões e 593 mil Euros
7 – Serviço restaurante, refeitório, cafetaria…………………………………………… 961 mil Euros
8 – Subvenções aos Grupos Parlamentares………………………………………………970 mil Euros
9 – Equipamento de Informática ………………………………………….2 milhões e 110 mil Euros
10 – Outros Investimentos (quais?) …………………………………….. 2 milhões e 420 mil Euros
11 – Edificios ……………………………………………………………………2 milhões e 686 mil Euros
12 – Transfer’s (?), Diversos (quais?)…………………………………..13 milhões e 506 mil Euros
13 – Subvenções aos Partidos representados na A.R. …………..16 milhões e 977 mil Euros
14 – Subvenções estatais para campanhas eleitorais ……….. 73 milhões e 798 mil Euros

A soma prevista para o corrente ano, orça os 191.405.356,61 EUROS (ver folha 372 do Diário da República nº28 – 1ª Série -, de 10 de Fevereiro de 2010 (ver link abaixo).

Para consultas suplementares, podem visitar o seguinte link. http://www.dre.pt/

nota: resta saber se a chaufferagem e respectivos bólides de luxo se encontram incluídos. Para compreenderem melhor, leiam o post do Ricardo Santos Pinto, referindo-se à deputada Medeiros.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Não se pode cortar na “inteligência” que resolve os problemas…

  2. Iscas says:

    Eu voto na dona Irina

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.