Filosofia de bolso (4)

– Cada um tem a sua vida, mais a vida dos outros…