Foi de metro, o Satanás

Vá de metro, Satanás, proposta publicitária do grande O´Neill, recusada como o entranhar pessoano da Coca Cola, virou realidade.

Num país que se pode orgulhar de ter tido um Presidente que ia de eléctrico para o despacho fica bem a um governante utilizar o metropolitano, nem que seja simbólicamente. Desconhecer o preço do bilhete, e sair pela porta reservada a “lactentes, grávidas e pessoas com mobilidade reduzida” fica bem a José Sócrates, sempre à espreita de uma oportunidade para se afirmar como chico-experto, um pequeno diabrete brincalhão.

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar, joao j cardoso. joao j cardoso said: Foi de metro, o Satanás: Vá de metro, Satanás, proposta publicitária do grande O´Neill, recusada como o entranhar … http://bit.ly/dAqY57 […]


  2. […] Tenho andado pouco atento à actualidade. Mas soube ontem pelo nosso colega José Jorge Cardoso que o primeiro-ministro usou a porta dos deficientes para entrar no Metro. Realmente, ele nunca me enganou: é mesmo deficiente. Soube também que a […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.