O Diário do Professor Arnaldo (23 de Setembro)

Foi jeitosa, a aula que dei ontem. Numa turma de 25 alunos, só 2 é que tinham manual. Os outros ainda estão à espera que o SASE os entregue, porque quase todos têm subsídio. Para piorar a situação, o computador daquela sala não funcionava (não havia outra sala livre). 90 minutos a falar! Foi um espectáculo para mim e para eles.
As aulas de substituição já começaram. Como eu previa, a palhaçada do costume. Um colega pegou na canalhada e levou-a para o Parque de Jogos. Outro deixou os alunos fazer o que quisessem na sala desde que não fizessem barulho. Pudera! Um professor de Geografia a substituir um professor de Matemática que ainda nem sequer foi colocado, que mais há-de fazer? Tem sido um fartote. Ainda há 4 professores por colocar aqui na escola. Sinceramente, não entendo.
Tenho andado pouco atento à actualidade. Mas soube ontem pelo nosso colega José Jorge Cardoso que o primeiro-ministro usou a porta dos deficientes para entrar no Metro. Realmente, ele nunca me enganou: é mesmo deficiente.
Soube também que a Federação Portuguesa de Futebol acaba de contratar mais um seleccionador que fala português com pronúncia. Já é o segundo nos últimos anos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.