Cavaco Silva transforma grupo terrorista em segredo de estado?

[vodpod id=Video.5919020&w=425&h=350&fv=videoId%3D887402937001%26amp%3BplayerID%3D104531042001%26amp%3BplayerKey%3DAQ%7E%7E%2CAAAAGE7pI8k%7E%2CoEP5jKG9Jpm1FaB8_KYaGorLXUaSmXrg%26amp%3Bdomain%3Dembed%26amp%3BdynamicStreaming%3Dtrue]

Julga-se o último processo do caso GAL, uma organização terrorista que cometeu diversos assassinatos em nome da luta contra a ETA, na década de 80. Um mercenário português, Rogério Fernando Carvalho da Silva, presta o seu depoimento e afirma ter recebido instruções de Cavaco Silva para tratar do assunto como segredo de estado.

Pelo que se conhece deste caso, não deve ter sido só Cavaco Silva, e parece óbvia a forma como se tenta disfarçar o envolvimento das autoridades portuguesas nos GAL. Também, num país onde terroristas do ELP/MDLP presidem a municípios, nada a estranhar.

via Esquerda Republicana

Comments

  1. rjgalves2001 says:

    Terroristas do ELP/MDLP presidem a municípios?

    Pode ser mais concreto?


  2. Valentim Loureiro assumiu publicamente ter “patrocinado” o MDLP. O ELP é a mesma coisa.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.