Uma final Porto-Braga no horizonte?

Seria lindo.

[vodpod id=Video.6112835&w=425&h=350&autoplay=false&fv=]

Mas para já o que conta é que Braga ou Benfica vão a Dublin. Se o talento que aplicamos na indústria futeboleira se aplicasse a outras, não estava cá o FMI.

Fica o jogo do Porto, que foi dar mais uma lição de bola a Moscovo.

Viva a República de Espanha!

Há 80 anos fundava-se a II República espanhola. Por breves anos entre os nossos vizinhos todos os homens nasciam iguais em direitos e deveres.

Hoje não é o caso. Uma família é mais família que as outras. Que venha a III República. E que seja uma República Federativa, já agora.

Ena! Ninguém diz nada…

Quer dizer, um homem muda de ideias e para as nossas “virgenzinhas” é um cataclismo de proporções bíblicas.

Os aldrabões têm a lata de apresentar como cabeça de lista pelos Açores um gatuno confesso e reina o silêncio.

Nada! Népias! Nicles! Neribi! Nem um ligeirozito abanar de cabeça.

Estamos conversados.

O estado do capitalismo em Portugal

Portugueses vão andar mais 40 anos a pagar os custos das parcerias público-privadas.

É o chamado apoio à iniciativa privada. Total: 59,6 mil milhões.

«Antes quebrar do que torcer» mas sem nos afundar, s.f.f.

Não vou estar com meias palavras. Quem votar PS nas próximas eleições estará a subscrever o rumo que o governo deu ao país. E que rumo é esse?

A seguir, um gráfico sobre o constante caminho para o presente beco.

PIB e despesa: 1997-2010

PIB e despesa: 1997-2010 (clicar para ampliar)

Leiam-se os factos, esqueça-se a politiquice. Como o próprio admitiu, Sócrates tem um carácter de «antes quebrar do que torcer». O problema é que quebra mas primeiro leva-nos ao fundo.  Não conte comigo para tal.

image

imagem adaptada daqui

As SCUT nos tempos de Moisés

Moses Ocean Freeway

Copiado do site DestopNexus, um excelente repositório de computer wallpapers (fundos de ecrã).

o saber das crianças e a psicanálise da sua sexualidade-II

A fase correspondente à unificação das pulsões parciais sob a primazia dos órgãos genitais apresenta-se com uma organização da sexualidade muito próxima à do adulto (fase genital).

Nos Três Ensaios sobre a Teoria da Sexualidade (1905), Freud compara as fases fálicas e genitais: “Essa fase, que merece já o nome de genital, onde se encontra um objecto sexual e uma certa convergência das tendências sexuais sobre esse objecto, mas que se diferencia num ponto essencial da organização definitiva por ocasião da maturidade sexual: com efeito, ela apenas conhece uma única espécie de órgão genital, o órgão masculino… Segundo Abraham [1924], seu protótipo biológico é a disposição genital indiferenciada do embrião, idêntica para ambos os sexos“. [Read more…]

Leituras: privatizar ou não a CGD?

Duas opiniões, uma a favor, outra contra.

Podemos ir para default (bancarrota) e islandarmos-nos?

Três economistas convidados pelo Expresso respondem a algumas questões, incluindo se irmos para bancarrota (decidir-se não pagar aos credores) é ou não uma opção.

A troika quer tornar Portugal um exemplo

DESTAQUES

“Dadas as condições a que chegámos nos últimos meses, o pedido de auxílio foi a solução mais adequada. Um default – total ou parcial – seria impensável nos dias de hoje.” (Nuno Fernandes)

“Enquanto estivermos dentro da União Económica e Monetária temos de fazer o que a União quer.” (Nuno Garoupa)

“O modelo de default de 1892 não é muito abonatório para solucionar os nossos problemas atuais. Isto não quer dizer que não vai haver reestruturação ou renegociação das nossas dívidas. Sinceramente, acho que há uma grande probabilidade que tal venha a acontecer.” (Álvaro Santos Pereira)

[Read more…]

%d bloggers like this: