Pagas tu ou pago eu?

Tendo como base o Imposto de solidariedade sobre a fortuna que vigora em França, esse tenebroso país governado por comunistas, o I fez as contas:

Replicar a taxa máxima deste imposto sobre as 100 maiores fortunas portuguesas permitiria ao Estado um encaixe de 576 milhões de euros. É pouco menos que os 630 milhões de euros que o governo vai retirar aos trabalhadores em Portugal este ano à conta do corte de 50% no subsídio de Natal. Em 2009, os 100 mais ricos de Portugal contavam com um património de 32 mil milhões de euros, cerca de 19% do PIB desse ano.

Ia eu dar uma moedinha ao Amorim. Já não vou. Por outro lado tenho a sensação de que esta notícia a abrir telejornais mudava um bocadinho o meu país, mas é melhor tirar o cavalinho da chuva que até lá ele constipa-se.

Um comentário em “Pagas tu ou pago eu?”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.