BPN custa-nos 2,4 mil milhões de euros

Muito obrigado sr. Sócrates. Enquanto se pavoneia em Paris, cá estaremos nós a pagar com o  subsídio de Natal, impostos q.b. e com os anunciados orçamentos rectificativos o delírio a que chamou salvar a banca.

Em Israel também se acampa

Que os israelitas não são todos iguais, ou seja, sionistas, já sabíamos. Que eram capazes de vir para as ruas e acampar em defesa dos seus direitos sociais, é novidade. Aliás uma novidade que escapa à comunicação social portuguesa. Sabia que em Telaviv ainda ontem eram 100 000 nas ruas? E que escolheram a Avenida Rothschild para o fazerem?

Há coisas fantásticas não há?

A avaliação dos alunos vista pelo professor Villaverde

Mas teve uma boa nota, o António José Seguro?

Não me lembro mas eu nunca lhe daria uma má nota porque é uma pessoa simpatiquíssima, cordial, perfeitamente capaz de perceber de que é que eu estava a falar, e estava-se a preparar, a ganhar conhecimentos…

Na entrevista que Manuel Villaverde Cabral deu ao I os disparates ocorrem linha sim, linha não, numa manifestação exemplar de que por vezes a idade não perdoa. Mas gosto em particular desta visão do ensino, da avaliação, dos alunos. Um primor.

Para a história da liturgia salazarista

A 28 de Abril de 1998 um tal  Núcleo de Estudos Oliveira Salazar iniciava a recuperação da memória do ditador promovendo em Lisboa e Coimbra “missas” em sua homenagem. No caso de Coimbra a lata foi ao ponto de utilizar a Sé Velha, em tempos Praça Vermelha, no coração da Alta. Não lhes correu bem. Terão conseguido a publicidade que pretendiam, mas a manifestação política à conta da Igreja foi um fracasso. Aqui ficam duas reportagens televisivas exibidas na altura.

Além de o vídeo servir para algum pessoal descobrir que já foi mais novo, tem a utilidade de lembrar que o processo de branqueamento de Salazar foi longo, culminando no onde estamos hoje, em que a sua emulação tem sido progressivamente governamentalizada (e não me refiro só ao actual governo).

Chile em Barcelinhos

Do Chile veio gente dançar ontem sobre as águas do Cávado no 31º Festival do Rio. O Raúl Iturra bem podia ter cá vindo no comboio

segurança social

doente

A natureza humana é um conjunto de características descritas pela filosofia, incluindo formas de agir e pensar, que todos os seres humanos têm em comum. Vários são os ramos da ciência que estudam a natureza humana, incluindo sociologia, sociobiologia, psicologia, entre outros. Filósofos e teólogos também fazem pesquisas sobre o assunto. [Read more…]

Um título assassino

Só Salazar cortou como o Governo quer cortar

A dimensão da redução na despesa prometida pelo ministro das Finanças só é comparável ao ano de 1950

O Governo comprometeu-se a cortar 10% da despesa primária do Estado em 2012. É o maior corte de sempre nessa rubrica, pelo menos desde que o Banco de Portugal disponibiliza dados. Só António Oliveira Salazar se aproxima dessa redução, com um corte de 5,81% da despesa primária, em 1950.
A despesa primária consiste na despesa total, depois de subtraídos os encargos com juros. Entre 1947 e 1995, só em 1950 é que se registou uma queda. Ainda assim, a redução de 5,81% fica muito aquém daquilo que o ministro das Finanças prometeu fazer para o ano.

no DN

Da esquerda à direita, todos condenam a redução do défice feita pelo aumento de impostos. Subentende-se que a alternativa seja o corte na despesa.

Qual é portanto a utilidade deste título, para além de estabelecer uma ponte entre este governo e a ditadura?

O amigo oliveira continua em grande forma. Isso e a guerra que ainda agora começou por causa da futura privatização da RTP, em que a escandaleira nas secretas é um episódio e a missiva de Balsemão aos seus empregados para se moverem contra a privatização do canal público é outro.

%d bloggers like this: