Ó Álvaro, põe os óculos, que estás a lamber a alcatifa

“Ambiente não pode prejudicar política industrial europeia” (Álvaro Santos Pereira)

Comments

  1. maria celeste d'oliveira ramos says:

    Claro – até temos já um bom exemplo a poder-se imitar sem ter de investigar – basta Hanói e ver imagens sem ter de haver deslocação em que o ar é tão denso, não de humidade – não de tempestade de areia (como há em Cabo Verde por exemplo com a areia que o Siroco leva do Sahara) mas da querida poluição industrial que mata qualquer pulmão até de elefante – pois sr àlvaro não se preocupe porque portugal sabe bem imitar o pior de não importa que país nem de si precisamos – até temos minas de oiro a explorar por australianos e canadianos e os mineiros prontos para terem “a doença da mina” que nem os deixa chegar à meia idade quanto mais a velhos – Não sei que seria de portugal sem estes governantes – sr ministro àlvaro vá a Aljustrel e pergunte às mulhers de eis mineiros como morreram os seus homens que exploravam as pirites ou vão a Jales e pergunte aos que já estão velhos mas ainda falam, como se vivis e morria com a exploração das minas de ouro – Tem razão, o ambiente não importa nada – Também pode ir à zona da Guarda e perguntar aos que lá andam como e o que aconteceu na exploração mineira das grandes reservas de urânio que não é nada cancerígeno e era tanto que os ingleses e os franceses que ainda não eram amigos, e exploravam ao lado uns dos outros no tempo de Salazar para lá fazerem as guerras deles que chegaram aqui – mas não se preocupe porque os que morreram já não xateiam e os que ainda estão vivos o senhor anda a tratar-lhes da saúde – vá senhor ministro pegue em 2 chauffeurs e leve o seu topo de gama que o senhor nem sabe que eu involuntariamente e com o meu IRS ajudei a pagar e não se preocupe – vá e veja in loco não apenas as minas e galerias mas os familiares que por lá estão e até há uma senhora que guarda uma pedra da mina que seu marido lhe deixou e nem é nada radioactiva -.vá senhor ministro -não há nada como ver de facto e ouvir em vez de esperar por recados – e acabe com esse seu sorriso de meleante que me xateia de morte pois que nem rir sabe – também pode ter lições de “riso” que faz bem à saúde e o senhor precisa de aprender a rir de facto


  2. Reblogged this on Azipod.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.