Parabéns, temos dos impostos mais elevados da Europa

Por fim, estamos entre os ricos. Custou muito mas podemos erguer os braços ao céu, sorrir, quem sabe derramar uma lágrima ou outra e gritar um sonoro “conseguimos”.

Não é para todos. Já desconfiávamos que estávamos lá mas, agora, é um carimbo quase oficial. Um estudo da KPMG atesta que os “trabalhadores e pensionistas portugueses terão este ano a carga fiscal mais elevada quando comparada com os cinco países mais ricos da Europa”.

Por exemplo, os pensionistas lusos pagam três vezes mais impostos que os seus congéneres alemães. Embrulha, Merkel.

Comments


  1. Primeiro querem que o estado assuma todas as funções e mais algumas e depois não querem pagar impostos muito elevados. Decidam-se. Querem salários mais elevados para a função publica, querem muitas empresas publicas, querem reformas mais altas, querem ADSE, querem uma segurança social muito abrangente.
    Tem um preço, impostos elevados.
    Os pensionistas pagam impostos elevados? Os pensionistas de agora raramente pagaram aquilo que recebem de pensão. Por exemplo, os professores reformados. Um professor que se tenha reformado aos 60 (muitos reformaram-se com menos de 55), com uma pensão de 2000 € (muitos recebem mais) tem uma esperança média de sobrevida de ~ 20 anos.
    20 x 13 x 2000 = 520.000 €
    Se tivessem trabalhado desde os 22 anos, descontado 38 anos (na maior parte dos casos isso não aconteceu), tivesse tido um salário médio dos mesmos 2000 (na maior parte dos casos foi menor) teria recebido de salários:
    38 x 14 x 2000 ~ 1.060.000
    Para pagar a sua pensão este caso que até é dos menos desequilibrados teriam de ter sido feitos descontos da ordem do 50% do salário bruto, só para isso. Faltariam os descontos também para pagar baixas, subsídios de desemprego, abonos de família, etc.
    Queixam-se? Quem hoje está na casa dos 20, 30 ou 40 irá ter pensões muito menores, muitíssimo menores.

    • Maquiavel says:

      As suas qualidades matemáticas estäo ao nível da sua qualidade do seu raciocínio…


      • Nascias meia hora mais tarde e já vinham com a carroça atrelada.
        Eu até fui benevolente, há muitos casos de professoras que receberão mais de 4 x do que aquilo que descontaram para a CGA.
        Por vezes pergunto-me se para ser de esquerda é preciso ser atrasado mental… mas não, há gente de esquerda inteligente, como o Medina Carreira, que os idiotas daqui detestam porque julgam que é contra eles, quando na realidade o homem é de esquerda, não é burro como vocês, e sabe fazer contas, coisas que imbecis como o JJP, o Maquiavel e todos os restantes idiotas que berram muito e pensam pouco não sabem.
        São enganados por todos os vigaristas que dizem palavras agradáveis porque são uns atrasadinhos mentais que não sabem fazer contas.

        • Pedro Marques says:

          Faça um favor à sociedade e vá ter com o Salazar.

        • Lucas says:

          O caro xyz sabe fazer muito bem contas. Mas cuidado. Se lhe perguntarem o nome começa a calcular “105×132^2”. Como no caso das contas sobre as pensões. Começou a fazer contas e mais contas sem tentar perceber antes quais são os princípios do nosso sistema de pensões de reforma.

        • Maquiavel says:

          Para ser de esquerda não é preciso ser atrasado mental…
          já para ser neoliberal é preciso ser atrasado mental, sem dúvida nenhuma. Mesmo se clinicamente não parecer.


          • ó imbecil, eu não sou neoliberal, até defendo o estado social, não sou é um retardado como tu, que não sabes fazer contas e não percebes que a manutenção do sistema atual é o caminho certo para o fim da segurança social. Esta ou se reformula ou acaba, entendeste ? Certamente que não, és uma cavalgadura que julga que se pode viver da mesma forma com 5% da população idosa ou com 30%.
            Os retardados julgam que podem viver num mundo de faz de conta, como numa estória de fadas e não sabem sequer aritmética, depois passam a vida a espumar indignação. Ainda morrem do coração, mas a verdadeira causa de morte devia ser considerada burrice galopante.

  2. nightwishpt says:

    > Querem salários mais elevados para a função publica,
    Que salários elevados para a função pública?

    >querem muitas empresas publicas
    Pois, só dão lucro geridas por ex ministros no privado.

    >querem reformas mais altas
    Mas que reformas altas?

    >querem uma segurança social muito abrangente.
    E porcos a voar também.

    Depois faz contas que, entre outras coisas, multiplica pelo número que lhe apetece para lhe dar o número que quer. enfim.


  3. O mais engraçado é o surrealismo da situação. Ver um governo neoliberal reduzir benefícios sociais (o que é coerente…), MAS ao mesmo tempo aumentar impostos de forma desenfreada… Estaremos perante um “neoliberalismo estalinista”?? Se não fosse patético seria de rebolar a rir…
    Não me recordo de ter visto algum governo anterior a passear patas de elefante de forma tão desajeitada pela vitrina frágil da economia nacional. O resultado está à vista. A tendência também…

  4. piet says:

    É tão triste como são vítimas duma imprensa manipulativa e tendenciosa. O artigo no DE é tão obviamente falso que já é redículo. O perígo é que o discurso em Portugal está cada vez mais baseado em mítos e então é cada vez mais dificil de encontrar saídas da crise.


  5. E pelo cheiro que anda no ar… Cheira-me que vão ainda pagar mais impostos! Estes não chegam para “cubrir” todas as necessidades!


  6. Triste…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.