Em vésperas de 25 de Abril…

Cortam-se 800 milhões, mas não se diz como. Quem corta tem medo.