Funcionários judiciais portugueses expulsos de Timor

por alegada «incapacidade técnica» e por prejudicarem a «defesa dos interesses timorenses» receberam hoje ordem de marcha rápida e têm 48 horas para deixar o território. Lido aqui.

Comments


  1. É sinal que a corrupção começ(a)ou a grassar por aqueles lados!

  2. Hélder Pereira says:

    Péssimas notícias. Ainda há muito por esclarecer neste caso, mas assim de repente, cheira-me a interferência política no poder judicial para impedir que certas máscaras caiam em Timor-Leste. Não será ao acaso que o departamento “anti-corrupção” entre outros, tenha sido suspenso.

  3. Emilia Corrupta says:
  4. Candido says:

    Vamos por partes: os portugueses ofenderem e caluniarem os juizes, tudo bem…. eh um exclusivo nosso. Muito nosso.
    Ainda hoje nao bebo Pepsi – substitui por agua publica – por que ofendeu o “meu” rei!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.