Febre eleitoralista

Enquanto o homem que nos aldrabou regressa ao discurso do “que se lixem as eleições”, o protagonista do episódio mais aproximado a uma bebedeira parlamentar vem defender o aumento do salário mínimo em 2016. Reles mas legal.

Comments


  1. Olha um fascista não gostou da publicação.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.