Febre eleitoralista

Enquanto o homem que nos aldrabou regressa ao discurso do “que se lixem as eleições”, o protagonista do episódio mais aproximado a uma bebedeira parlamentar vem defender o aumento do salário mínimo em 2016. Reles mas legal.

Comments


  1. Olha um fascista não gostou da publicação.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.