Passos quer um cheque em branco

Vejamos. Em vez de discutir o seu programa, falou de Sócrates. Para não prestar contas sobre o seu mandato, falou de Sócrates. Para não ter que ser confrontado com o que fez e com o que vai fazer, fugiu aos debates e entrevistas – ficou claro porquê: ia levar porrada, como levou e falar de Sócrates já cheira a desculpa de quem nada tem para dizer.

Costa, por outro lado, foi incapaz de desmontar os “resultados” (cof cof) de que Passos se gaba. Tem um extenso programa mas falta saber se acabará na mesma gaveta onde enfiaram o socialismo.

Comments

  1. Mariana J. Sardinha Teles Alface says:

    Há pois…