Maria Luís não é a única

Se o caso de Maria Luís Albuquerque fosse único, os antigos governantes deixá-la-iam sozinha na fotografia, mas a verdade é que, se juntássemos todos os que saltam dos governos para os negócios, não haveria enquadramento suficiente. Uma fotografia de cada vez, portanto.

É isso que Francisco Louçã explica no vídeo. O mesmo Louçã escreveu no Público (vale a pena, ainda, a propósito, visitar o site burgueses). Entretanto, o Inimigo Público, brinca com a verdade, porque, na realidade, a Assembleia da República está cheia de deputados que estão (ou estarão) ao serviço de entidades que não lhes permitem estar ao serviço do país.

É a própria Assembleia da República, claro, que cria leis que tornam legal a corrupção ética, o que, por sua vez, transforma a Comissão de Ética numa entidade que confirma o direito à corrupção, palavra que rima com PS, PSD e CDS. O resto é falta de vergonha na cara.

Esta é a história da nossa democracia. Só falta aprender com a História.

Comments

  1. Nascimento says:

    Não tinha visto. Obrigado.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.