Retrato de um filho-da-puta

jose_eduardo_dos_santosNão te esqueças, , o dinheiro não compra tudo ou todos.

Comments

  1. joão lopes says:

    este será conhecido por pagar milhões a vacas do rap que não tem nada a ver com hip hop,ou por construir condominios de predios para nada,ou por explorar o seu proprio povo para ficar com todos os diamantes.por outro lado,existe uma parte da sociedade angolana que esta calada,porque tambem recebe dividendos do ze.total e generalizada(de generais) hipocrisia…

  2. Amâncio says:

    Filho da puta e pai da puta !!!
    Ou será que alguém duvida de onde veio o dinheiro da Isabel dos Santos ?

  3. Rui Silva says:

    Este tipo de problema não é fácil de resolver uma vez que Angola é um Estado soberano.
    Ás vezes penso, se à semelhança do que fizeram os EUA a Cuba também devia ser feito um embargo económico a Angola?
    Mas logo desisto da ideia , porque à semelhança de Cuba os responsáveis pela opressão do povo não sofrem as consequências dos embargos ( veja-se o caso de Cuba, em que os ditadores aparecem sempre vestidos com roupas de marca que tiveram de furar o embargo). Quem acaba por sofrer as consequências, é o povo, que já está com grandes dificuldades.
    Penso que a solução passa por pressão diplomática aos mais variados níveis.

    cumps

    Rui Silva


    • Denota-se que sim pela indumentária com que historicamente o Fidel sempre se apresentou: o macacão militar ou então os fatos de treino da Adidas das selecções desportivas cubanas. Terá algum fato Gucci ou alguns sapatos vermelhos da Prada no armário?

      • Rui Silva says:

        Touché ?

        Rui Silva


        • Sim. Na sua falácia. O mesmo fato de treino da Adidas que Castro sempre usou pode-se ver aos milhares nas ruas de Habana no corpo de elementos do povo. Podiam ser da Adidas como poderiam ser da Macron ou da Lacatoni. Se fossem da Macron ou da Lacatoni também estariam vestidos com indumentárias das melhores marcas?
          Só quem não foi a Cuba é que disparata dessa maneira. Eu já fui e já pude comprovar isso mesmo. Assim como milhares calçam sapatilhas da Nike, da Adidas, camisolas do Real Madrid, do Barcelona, bonés autenticados dos Yankees, camisolas dos Chicago Bulls. Ou esquece-se que os mesmos são vendidos em certos sítios em Cuba? Ou esquece-se que os emigrantes enviam remessas e materiais para os seus familiares? Ou esquece-se até que existem centenas de atletas cubanos espalhados pelo mundo porque o regime autoriza a saída do país para efeitos desportivos de alta-competição? Para não falar dos estrangeiros que oferecem as suas camisolas de marca, o que foi o meu caso…

          • Rui Silva says:

            Sim já fui a Cuba (2X), por isso o seu comentário acertou mesmo na água.
            E o que sempre reparei , foi que as pessoas gostam de ir a Cuba essencialmente por 2 motivos:

            – Ver como se vivia à 50 anos atrás
            – Prostituição barata .

            cumps

            Rui Silva


          • Deve ter portanto ido a Cuba do Alentejo. Não preciso de ir a Cuba para ver prostituição barata. Na Quinta do Galo e na Quinta do Grilo em Viseu, elas até se põem na janela a mostrar o grelo por 5 euros. Claro que recusei. Uma puta cubana deve ser do melhor que existe no mundo, não é Rui Silva?

          • Rui Silva says:

            Parabéns pelos seus vastos conhecimentos de putedo !

            cps

            Rui Silva


          • Não fui eu quem trouxe o assunto à baila, não sendo portanto eu o assíduo em assuntos de putifaria. Contudo, gosto sempre de dar umas pérolas a porcos, se é que me entende.

          • Rui Silva says:

            Não foi o que pareceu…

            cps

            RS


          • Este é o meu último comentário porque sinceramente não vou alimentar mais discussões com gente que não se recorda do que escreve.

          • Rui Silva says:

            Meu caro o que é facto curioso é que a partir de uma leve referencia ao assunto , logo discorreu sobre ele com pormenores de especialista. Dá mesmo a ideia que foi mais forte que você. Depois sentiu-se apanhado e andou a justificar-se. Mas não era necessário, eu não faço juízos de valor. Não tenho nada a ver com os seus vícios e virtudes. Por isso acho bem dê por concluído o assunto. O meu conselho à moda inglesa “let it go”, e não pense mais no assunto.

            cumps

            Rui SIlva


          • E já agora, as putas vestiam roupa de marca ou era só uns farrapitos quaisquer comprados ali na feira das Talhadas?

          • Rui Silva says:

            Não faço ideia, posso perguntar e depois digo-lhe .

            cps

            Rui SIlva

          • joão lopes says:

            para “ver como se vivia á 50 atras” ou “prostituição barata”,basta ir á nacional nº1(então,o maroto do ruizinho vai gastar divisas para Cuba?….essa tá boa,pois assim não admira que o fidel seja de ferro,até os neo liberais lá gastam dinheiro,imagine-se a pouca vergonha donaldiana)

          • Rui Silva says:

            Eu fui muito bem acompanhado e fui ver como se vivia á 50 anos (e mal).
            A si recomendo-lhe que não vá á N1, pelo que me contaram alguns americanos com que falei, Cuba deve ter melhor qualidade!?

            cps

            Rui Silva

        • Nascimento says:

          Gucci? O barbudo?A Gucci tem fato de treino???Ó Ruizinho tás a precisar de ir médico. Tens tido suores frios ultimamente? Sim? Desde Outubro né? Olha que ainda te dá um xilique …toma qualquer coisa prá tesão, ups, prá tensão, queria dizer…é que vem aí o fim de semana e o teu barrasco vai ladrar e fazer aquela boquinha linda de que tanto gostam as PAFIANAS e alguns …

  4. Manuel Santos says:

    O dinheiro não compra tudo! Como já dizia o outro ‘ai, compra compra’… os políticos em Portugal. Não compra todos, como dizia o outro que agora foi obrigado a livrar-se deles: ai, não compra não… os portugueses honestos.

  5. jose gonçalves says:

    Retrato de um filho da puta!!! Então e os “nossos” filhos da puta? Os do tempo da ditadura fascista e os do tempo democrático…Angola já não é nossa…

    • Helder P. says:

      Angola não é nossa, mas não devemos ficar indiferentes a um regime cleptocrata que oprime um povo com quem partilhámos tanto. Eu respeito a soberania do povo angolano, não respeito o Zédu e a sua clique porque eles para mim não representam o povo angolano, só representam a sua casta.

      • Rui Silva says:

        Concordo Helder não devemos ficar indiferentes a esta horrível ditadura, até porque contribuímos para ela, no tempo em que apoiamos o MPLA contra a UNITA.

        cumps

        Rui Silva

  6. Carlota says:

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.