O papel das regiões, as regiões em papel

Os blogues são filhos do papel. Muitas vezes, filhos do papel de jornal. Mesmo sabendo que as relações entre pais e filhos sofreram mutações, continua a ser de bom-tom ter uma palavra simpática sobre os progenitores e ajudá-los sempre que possível.

O jornalismo e os jornais estão em crise, mas a verdade é que, por todo o país, sobrevivem centenas de jornais regionais, também em papel. Aí, podemos encontrar notícias próximas que não aparecem nas televisões, ler a crónica desportiva em que sobressai o nome do neto ou conhecer a opinião escrita de alguém com quem nos cruzamos diariamente, confirmando, sem nos apercebermos, de que o local é o que há de mais universal.

O Aventar, como bom filho, quer homenagear os muitos jornais que continuam a circular pelo país. Para isso, resolvemos abrir o Quiosque Regional. No escaparate, será destacado um título todas as semanas. Depois, é só folhear e cheirar o papel.

Trackbacks


  1. […] O papel das regiões, as regiões em papel […]


  2. […] O papel das regiões, as regiões em papel […]


  3. […] O papel das regiões, as regiões em papel […]


  4. […] O papel das regiões, as regiões em papel […]


  5. […] O papel das regiões, as regiões em papel […]


  6. […] O papel das regiões, as regiões em papel […]


  7. […] O papel das regiões, as regiões em papel […]


  8. […] O papel das regiões, as regiões em papel […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.