Se não puderes robalo, vende-o

image

Os robalos do Vara têm agora um golpe de azeite do espião descuidado para tempero. Esperemos que a nossa investigação criminal continue o seu bom trabalho e que nos traga as batatas e os brócolos que faltam para complementar a bela grelhada.

Curiosamente, a contribuição do azeite em interessantes negócios internacionais não é inédita. Consta que essa foi uma das primórdias actividades de um famoso italo-americano conhecido por Don Corleoni. O que demonstra a necessidade de uma profunda reestruturação da investigação criminal. Neste contexto agro-criminal, a experiência da ASAE com embalagens e prazos de validade poderá ser o factor catalisador do sucesso.

Deixar uma resposta