Eurocídio


Não consigo acompanhar os meus amigos que conseguem ver na actual situação da União Europeia, após o brexit, uma oportunidade para uma virtuosa reforma da organização. Pelo contrário. Todos os sinais indicam o caminho oposto. A preparação de sanções contra Portugal e Espanha – depois das eleições…- são apenas mais um sintoma. As ameaças a todos os países que hesitem na obediência, as reuniões restritas à clique dominante, as interpretações abusivas e distorcidas, quer do comportamento dos britânicos, quer da resistência democrática noutros países, tudo conduz ao mesmo fim. Os mandantes alegam que querem curar a UE. Parece mais que querem fazer-lhe eutanásia. Isto já não é só uma crise aguda do capitalismo. Também é, claro. Mas há aqui uma sombra, talvez de crueldade social, quiçá de sociopatia ou, quem sabe, uma vertigem de pura estupidez que, como estabeleceu Einstein, pode tender para infinita em condições determinadas.

Comments

  1. Konigvs says:

    Mal tenho acompanhado as notícias sobre o tema (tenho mais que fazer) mas tenho ouvido falar-se “em crise”. Mas então dar a voz ao povo e depois não gostar dos resultados é “crise”?
    A democracia é uma chatice não é?
    E depois ouço um presidente da república, o senhor-referendos-do-aborto-e-da-regionalização, dizer que o referendo em Portugal nem se coloca. Não se coloca porquê? Só se for por metade das pessoas não ir votar e não ter existido um só refendo vinculativo em Portugal.
    Se não gostam da democracia mudem de sistema. Façam como a outra, que dizia que se parava com a democracia seis meses. Agora falar-se em “crise” só porque não gostam do sentido de voto das pessoas é a coisa mais idiota que tenho ouvido ultimamente.

    E se houvesse um referendo em Portugal, eu provavelmente também votaria pela saída. Ver um primeiro-ministro eleito pelo povo, ter que ir a Bruxelas mostrar o seu orçamento de Estado, mais ou menos como uma criancinha na primária, que vai mostrar as contas à professora, foi das coisas mais humilhantes a que assisti. “Ainda não estão bem as costas menino Costa, vá lá para a carteira corrigir esses números de novo e depois vem cá mostrar outra vez”.

    Andamos a eleger o quê afinal?

    • Rui Silva says:

      Humilhante mesmo, é termos primeiros ministros de mão estendida, porque por desgoverno nosso, não têm dinheiro para pagar os salários aos funcionários públicos, no fim do mês, . Soberania é governar-mo-nos sem precisarmos da “caridade” dos contribuintes dos países do norte.

      Rui Silva

  2. O caminho de irresponsabilidade quase generalizada, que levou vários países (os pilares da UE são os países, certo ?) a terem duma gestão danosa – a do socrtaes acho que serve de ex., não ia terminar com os alemães a pagar a “solidariedade” tão apregoada pelos “espertos” do sul, certo ? Só quem não leva em devida conta o espírito dos povos bem governados do norte é que embarca em contos do vigário.

    • A.Silva says:

      e depois há sempre uns lambe-botas preocupados com os pobres dos alemães.
      Não há pachorra.

    • Nightwish says:

      Chama-se moeda única, e os alemães já levam 16 anos a pagar a solidariedade com a sua própria banca.

      • Anasir says:

        Não tenha pena dos alemães, eles aproveitaram mais do que qualquer outro país da moeda única.

        • Rui Silva says:

          Falar é muito fácil, justificar já é mais difícil. Gostava de saber o que é que a alemanha ganha com o euro que os outros países não possam ganhar…

          • Anasir says:

            Ganha mais porque exporta mais e em melhores condições, num espaço protegido e com 200 milhões de habitantes. Pode dizer que os outros países também podem, mas o facto é que a Alemanha, sendo economicamente mais forte, ganha mais. Por outras palavras, utiliza a força económica da potência da União Europeia e do euro, para aumentar o seu lucro. Como a quantidade de euros é limitada, onde eles existem em demasia faltam noutros lados…

          • Rui Silva says:

            É como o meu vizinho, ganha muito mais que eu.
            Sai de manha, ainda eu tenho 2 horitas de sono pela frente. Chega normalmente já estou eu de chinelos , jantado e a ver televisão.

            O gajo aproveita a força exportadora do pais para trabalhar mais que eu e por isso, tem mais euros no bolso, que fazem falta no meu…

            Cps

            Rui Silva

          • Nightwish says:

            Porque sendo a economia mais forte não podem ter o superávit que têm através da estagnação de salários sem serem os outros a pagar. Qualquer economista sabe disso, não podemos todos crescer ao mesmo tempo sem mecanismos distributivos, e como a moeda é a mesma, somos nós a pagar para a inflação alemã ser nula.

          • Rui Silva says:

            Vê-se logo que você não é economista!
            Então explique lá o que é que o Superavit tem a ver com os salário. Valha-me Deus…
            Gostava também de saber qual o excelso economista que inventou essa lei do “não podemos crescer todos ao mesmo tempo”. Provavelmente foi um economista habituado a elaborar planos quinquenais. Daqueles economistas muia bons que redistribuía fome…

            Rui Silva

          • Nightwish says:

            São economistas com cursos em economia, que percebem como funcionam os fluxos económicos, a inflação, a valorização e a desvalorização da moeda, o que é um banco central e coisas que tais.
            Os Silvas desta vida vida têm cursos em achismo, e acham coisas.

            O superavit da Alemanha serve para financiar a banca alemã, que pede emprestado a zero e empresta a 3%-4% a países que não têm a quem vender porque o salário alemão também não cresce. Os Silvas desta vida acham que todos os países do europa podem ter lucro ao mesmo tempo, só não explica como, tendo em conta que não quer aumentar o ordenado de ninguém. Os Silvas desta vida acham que os portugueses são preguiçosos, quando lá fora são todos elogiados e ninguém tem queixas. Os Silvas desta vida acham que o estado é que é grande, quando a destruição deste durante 8 anos não resultou em lado nenhum – aliás, neste caso sabe bem mais do que o FMI.
            Só que nunca diz como, porque isso de modelos é para gente que estuda invés de saber coisas. Os Relvas e os Coelhos, com cursos pagos ao fim de semana é que percebem.

          • Rui Silva says:

            Esses fantásticos economistas de que tanto gosta sabem fazer uma coisa muito bem, que que chama bancarrota. Economistas de países com sucesso económico que os fazem babar de inveja são maus.
            Os seus argumentos são o resultado da lavagem ao cérebro a que estamos sujeitos neste desgraçado país onde é tudo bom e fantástico , mas quando nos comparamos somos os mais atrasados da Europa. Esses coitados que não podem contar com economistas que sabem realmente “estudar” os problemas.
            Acorde para a realidade, com pessoas como você, a dormir ao som das balelas que “comentadores” e “jornaleiros” diariamente nos adormecem na nossa, também fantástica, comunicação social, continuaremos a clamar por mais socialismo redistribuidor da riqueza que não se produz.

            PS: Os seus argumentos sobre finanças e moeda demonstram um tal desconhecimento dessas matérias que não é sequer racionalmente possivel argumentar.

            Rui Silva

          • Nightwish says:

            Enfim… Mais um indicador que em nada contraria os achismos dos Silvas.
            https://www.google.com/finance?cid=12590587

          • Rui Silva says:

            Mais uma vez !
            Falar é muito fácil e já agora mostrar gráficos também. Interpelá-los já é mais difícil. Diga-me lá o que conclui com o respectivo gráfico e terei todo o gosto em continuar o assunto.
            Algo me diz que, das duas uma: ou vai ignorar a minha pergunta ou vai responder a algo que eu não estou a questionar…

            Rui Silva

          • Nightwish says:

            Concluo que o impacto do voto no Brexit foi manifestamente exagerado pelos comentadores, com o contumaz aproveitamento pelos especuladores do regime que muito agradecem estes jogos.
            Até tenho curiosidade em saber os conselhos dos Silvas aos 5 milhões de espanhóis desta notícia: http://www.bloomberg.com/news/articles/2016-07-01/spain-is-running-out-of-workers-with-almost-5-million-unemployed . Saiam da zona de conforto e emigrem?

          • Rui Silva says:

            Uma das vantagens de estar na UE é a livre circulação de pessoas. No tempo do Fascismo é que se proibia a emigração.
            As pessoas devem ter o direito de se deslocarem para as zonas onde melhor podem exercer as suas aptidões. Veja o caso do Futebol. Nunca vi ninguém a opor-se à emigração do Cristiano Ronaldo e outros tantas centenas de atletas , por exemplo.
            A solução para baixar o desemprego ? Não é preciso inventar nada. Basta observar como os países que tem baixas taxas o fazem. Casos como Luxemburgo, Suiça, RU, Alemanha, Hong-Kong etc.
            Para chegar lá? Há um caminho: deixar as pessoas trabalharem e garantir-lhes a propriedade privada tanto quanto possivel.

            Rui SIlva

        • Nightwish says:

          Os alemães ou 1% dos alemães? É que os outros têm o ordenado congelado e perdem direitos laborais como os outros. Viva o neo-feudalismo.

  3. anónimo says:

    O Durão Barroso chamou bárbaros aos atentados na Turquia.
    Como é que este canalha qualifica a invasão e destruição do Iraque? E Norte de África? E Médio Oriente? A carnificina? O deserto fumegante à volta da Europa?
    Durão Barroso é o paradigma dos canalhas que mandam na Europa.
    O povo do Reino Unido saiu, porque sabe que esta Europa vai acabar mal.

  4. Nightwish says:

    E imaginava uma virtuosa reforma com um país com todos os direitos e nenhuma das obrigações? Além da Alemanha, claro.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s