Afecto não solicitado, aqui não, obrigado

Urge a criação de um Estatuto de Objector de Consciência dos Afectos para proteger o cidadão de manifestações indesejadas por parte do presidente da República.

Comments


  1. Soa altamente a fascismo.

  2. Konigvs says:

    De facto o ex-comentador soa um bocado a publicidade não endereçada. Não sei como é na televisão, mas não consigo escapar dele na rádio. Também faz lembrar aqueles humoristas que aparecem, com grande empatia com o público, como aquele eletricista que pôs todo o país a dizer Puta-que-pariu-Oubelá-é-pó-Bujão e depois, tão rapidamente como apareceu, eclipsou-se. E eu acho que não precisamos de cinco anos para não poder suportar tanta opinião, tanta agenda, tanto afeto…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.