Jornalismo no Festival Utopia 2016

14717057_695211760630228_1226828883434477353_nSem a Utopia o que é o homem mais do que besta sadia, cadáver adiado que procria? Não foi bem isto que o Sebastião pessoano disse nessa sessão de espiritismo chamada Mensagem, mas serve, como veremos.

Tendo em conta a tentação ditatorial do predador que teimamos em ser, a democracia está sempre em perigo. Um dos maiores sintomas actuais desse perigo reside na desvalorização do jornalismo e dos jornalistas, espécie permanentemente ameaçada e um dos pilares da mesma democracia. Assim, aquilo que era um valor aparentemente seguro até há pouco tempo está perigosamente perto de voltar a ser uma utopia, esse não-lugar em que a palavra do jornalista não está a esforçar-se por permanecer à tona de uma enxurrada de infotainment, de exploração de estagiários, de afastamento de gente experiente ou da sobrevalorização de espaços de opinião vendidos e comprados por partidos.

Como apaixonado dos jornais e como admirador e amigo de muitos jornalistas, congratulo-me com o facto de o Festival Utopia 2016 ter como tema, ou melhor, como causa, o jornalismo. Saúda-se, portanto, a parceria entre a Átomo – Cooperativa Cultural e Social, a Junta de Freguesia de Campolide e a Comissão Organizadora do IV Congresso dos Jornalistas.

Para os que usam o facebook e querem saber mais, é só seguir a página. Mais abaixo, é uma fartura de cartazes com o programa musical incluído, que é festa!, e outras informações úteis e agradáveis. Utopia é no Jardim da Amnistia, no combate contra o cadáver adiado que procria, pois. [Read more…]

Hilariante ou nem por isso

“Nós descobrimos o Japão (…) e vamos cercar a China com mísseis e enviar navios de guerra para a zona”.

Hillary Clinton

Declaração de Goa

Texto da Declaração de Goa, resultante da 8ª Cimeira dos BRICS, realizada na cidade indiana de Goa, entre os dias 15 e 16 de Outubro de 2016.

Mas… mas… mas…

image

Querem ver que essas pessoas que fazem relatórios para a OCDE estão a fazer panelinha com a geringonça?

Segundo a organização sediada em Paris, o aumento da carga fiscal para os trabalhadores com baixos rendimentos cresceu perto de 1,5% em Portugal entre 2014 e 2015, liderando a tabela, enquanto na Áustria (a segunda maior subida) ficou perto de 1% e no Luxemburgo (terceira maior subida), que a OCDE também destaca, pouco acima de 0,5%

O aumento da carga fiscal sobre os trabalhadores com baixos rendimentos foi particularmente elevado em Portugal, onde o sistema de crédito fiscal foi tornado menos progressivo”, afirma a OCDE no relatório divulgado hoje [22/09/2016, lê-se no JN].

Ó sô dona Cristas, já que encenou o regresso do partido do contribuinte, apraz-lhe comentar a situação criada pelo seu governo?

Sobre as eleições regionais dos Açores

Rui Naldinho

Pedro Passos Coelho reconheceu no último domingo, dia de eleições nos Açores, que aquele não era dia de festa. Pudera! Com aquele resultado, só se festejassem a perda de um deputado do PS, que anda assim manteve uma maioria absoluta sólida.

Foto: PSD Açores

O PSD, ainda não percebeu que dificilmente voltará a ganhar um acto eleitoral enquanto não mudar o seu discurso, onde a narrativa do medo é constante. Parecem os tutores daqueles colégios internos na velha “Albion”. Mas isso não basta. Pedro Passos Coelho, cuja credibilidade está bem mais debilitada do que a da Geringonça tem de se afastar, levando alguns dos indefectíveis com ele, para que o partido se renove, e dê novas respostas aos anseios do seu eleitorado.

[Read more…]

A WikiLeaks incomoda

Julian Assange’s internet link has been intentionally severed by a state party. We have activated the appropriate contingency plans.

«La nouvelle orthographe figurera au cœur des discussions officielles»?

Não? Ah! OK: «les domaines de la formation et de la recherche», «les thèmes économiques et internationaux», «la politique européenne»… Oh!

As notícias da morte da Geringonça eram manifestamente exageradas

obs

Fazendo eco da propaganda reinante, há precisamente um ano, o Observador anunciava a morte da Geringonça por altura da negociação do OE17. Vinha aí uma nova crise política, apesar de, à data, não haver ainda registo de qualquer desavença digna do nome entre os partidos que davam e – pasmem-se – continuam a dar suporte parlamentar ao governo de António Costa.  [Read more…]

PSD em queda livre

ppc

As sondagens, é sabido, valem o que valem. Mas quando sucessivas análises revelam uma tendência comum, neste caso o afundamento do PSD nas intenções de voto dos inquiridos, torna-se difícil de ignorar os sinais. As eleições de ontem nos Açores foram apenas mais um desses sinais, que parecem demonstrar que os portugueses se afastam cada vez mais da letargia reinante no nº9 da São Caetano à Lapa.  [Read more…]

Pedro Passos Coelho, o contorcionista fiscal

Com tanta cambalhota, não admira que se tenha “esquecido” de pagar as dívidas à Segurança Social.

Video: Luís Vargas@Geringonça

Foi você que falou em perdão fiscal?

Governo revoga ‘perdão’ de €19 milhões a empresa do grupo Barraqueiro e à TST
Em causa estão compensações pelo passe social que terão sido pagas a mais e que o anterior Executivo abdicou de cobrar.

Agora é só esperar pelos indignados, a propósito de mais uma revogação por parte deste governo. Inaceitável.